As razões pelas quais as pessoas têm mais cães ou gatos como animais de estimação (em detrimento de outros), não é tanto porque eles são os favoritos de todos, mas porque são as espécies que estão mais acostumadas a viver entre nós. Animais maiores não têm a capacidade de manter limites, nem de compreender o nível de treinamento que um pet pode ter.

Ainda assim, em situações especiais, os animais mais peculiares podem se tornar parte de uma família.

Assim foi com o Sr. Snuggles, um pássaro multicolorido que deve sua vida à família de Carol. O relacionamento deles começou meio que por acaso, quando o marido de Carol encontrou o passarinho na entrada de sua casa. Tudo parecia indicar que havia caído do ninho, um acidente que, na maioria das vezes, tende a significar uma sentença de morte para os passarinhos.

Ele não apenas trouxe o Sr. Snuggles para dentro, mas também teve o cuidado de mantê-lo longe de Maurice, o gato da família.

O processo de cuidar da ave foi intenso, além de muito meticuloso. No processo, eles tiveram que ensinar o gato a respeitar seu companheiro de quarto, um processo que era ainda mais difícil do que criar o mesmo pássaro.

Finalmente, o Sr. Snuggles conseguiu crescer o suficiente para cuidar de si mesmo.

Leia também: Desconhecidos organizam festa para adolescente que perdeu todos os amigos após assumir-se gay

Foi então que o soltaram para viver entre os outros pássaros. Porém, naquele momento aconteceu algo que eles não esperavam: o Sr. Snuggles decidiu que teria duas casas.

É assim que hoje ele passa a maior parte do tempo nas árvores, na companhia dos outros passarinhos. Mas de vez em quando, ele aparece no terraço da família, querendo ver ninguém menos que Carol e sua família. É esta mulher que sempre responde a
ele, levando-o consigo para ver o pôr-do-sol e receber aquela carícia que o Sr. Snuggles jamais poderia esquecer.

O mais impressionante de tudo, de vez em quando, Carol e o Sr. Snuggles são visitados por alguém que eles nunca esperaram se juntar a eles: Maurice, o gato da família, que mudou e aprendeu muito desde a época em que quis se converter. Aconchega-se em seu café da manhã.

Leia também: Vovó com demência não para de abraçar ursinho de pelúcia que ganhou de presente de cuidadora

Fonte: Upsocl

Compartilhe o post com seus amigos! 😉

RECOMENDAMOS