A chinesa Cai Dongfeng, de 75 anos, dedica sua vida todos os dias a cuidar de sua mãe em um vilarejo remoto no sudeste do país asiático, onde vivem juntas.

Apesar de Cai ter deficiências físicas que limitam a sua mobilidade por não ter pés, mãos ou antebraços, ela conseguiu adaptar-se e ao longo da vida e se tornar autossuficiente nas suas atividades diárias, trabalhando em várias áreas.

De acordo com o portal Chinese Org, ela nasceu sem problemas de saúde, mas quando tinha 4 anos, foi diagnosticada com uma doença que causou a perda de quase metade de seus braços e pés. Então, desde cedo, Cai aprendeu a andar joelhos usando sapatos especiais para apoio.

Leia também: Menino que junta ferro velho para ajudar no sustento de casa recebe apoio de internautas com vaquinha

Infelizmente, a chinesa continuou a ter dificuldades em sua vida e aos 12 anos teve que abandonar os estudos porque seu pai faleceu e sua família enfrentou muitos problemas financeiros em sua terra natal, Meishán, na província de Sichuan.

Após a morte de seu pai, Cai começou a trabalhar para ajudar sua mãe e irmãs mais novas e teve vários empregos em escritórios administrativos, empregos agrícolas no campo e também trabalhou como vendedora.

Atualmente, Cai continua fazendo um trabalho de campo pela alimentação e pelo cuidado de sua mãe, que tem mais de 100 anos, e com muita dedicação e amor cuida de todas as necessidades de sua mãe.

A esse respeito, na entrevista ela relatou que embora pareça incrível para muitas pessoas, ela o faz por amor: “não é grande coisa. Ela é minha mãe. Ela me deu vida e me criou. Quem pode cuidar dela senão eu?”, concluiu.

Leia também: Homem instala ar-condicionado na casinha do seu cachorro: “Se a gente que é humano já passa mal com o calor, imagina o bichinho?”

Fonte: Nation

Compartilhe o post com seus amigos! 😉

RECOMENDAMOS