Hana, uma cadela da raça pastor alemão, mora com o seu dono, Wyomar Araújo, em Guaraí, um pequeno município do interior do estado do Tocantns, a 190 km de Palmas, capital do Estado. Um homem decidiu proporcionar mais conforto para a peluda e instalou um aparelho de ar-condicionado na casinha de cachorro. Em razão das altas temperaturas frequentes naquela localidade, seu dono resolveu lhe conceder um presente: ele colocou um aparelho de ar-condicionado na casinha de Hana.

Em Guaraí, as temperaturas superam facilmente os 40°C e não há inverno (no sentido de frio), apenas uma estação chuvosa e outra mais seca e a sensação térmica não raro supera 50 graus.

A decisão do tutor Wyomar Ramos de Araujo surpreendeu a população de Guaraí. Ele decidiu instalar um aparelho de ar-condicionado na casinha da sua cachorra, para proporcionar mais conforto e bem-estar para a peluda.

Wyomar afirma que Hana é extremamente sensível às altas temperaturas e sofre muito. Ele chegou a cogitar que a cachorra estivesse doente, mas, após banhá-la e ela refrescar-se, percebeu que seu único problema era o calor, no que decidiu instalar o ar-condicionado na casinha de cachorro – que já fica protegida pela sombra de uma árvore, com a entrada voltada para o sul, “de onde vêm os ventos mais frios”.

Wyomar falou sobre a alegria de Hana com a instalação: “No primeiro dia, ela quase não saía da casinha. Agora, quando ela quer que eu ligue o ar-condicionado, Hana fica entrando e saindo de lá, como se quisesse avisar que está na hora”.

O tutor disse também que é técnico de refrigeração e trabalha instalando aparelhos de ar-condicionado em imóveis de toda a cidade. Ele resolveu proporcionar a Hana o mesmo conforto que a família tem em casa:

“Se a gente que é humano já passa mal com o calor, imagina o bichinho?”

O aparelho, no entanto, não fica ligado o tempo todo. Nos dias mais quentes, Wyomar afirma que o ar-condicionado é acionado por até duas horas. A casinha é bem ventilada e, garante o tutor, fica fresca por muito tempo.

Acerca do aumento nas despesas, Wyomar concordou que a conta de energia veio um tanto mais cara, mas afirmou que “dá para economizar de outras maneiras, apagando as luzes ou desligando a TV”.

O tutor não esconde o amor que sente por Hana e diz que ainda pretende fazer outras melhorias na casinha de cachorro. “Eu sou muito apegado a ele, desde que era filhote. Estou pensando em colocar um forro de isopor, rebocar as paredes e colocar um piso”.

Por enquanto, a casinha de Hana é constituída apenas por quatro paredes de tijolos aparentes, que o próprio tutor ergueu. O telhado ainda não está fixado, mas protege do sol forte e das chuvas – que, na cidade, caem fortes de outubro a maio.

Fonte: Cães Online

CONVITE
Venha para o Instagram da Revista Pazes, bem como para a nossa página no Facebook e confira o que você quer e necessita saber ainda hoje!
Participe ainda do nosso grupo no Telegram e receba, em primeira mão, nossas matérias diárias!

RECOMENDAMOS






Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!