Hoje, mais do que nunca, a diversidade familiar tem sido comemorada. Já não existe mais aquela velha concepção de que o núcleo familiar “legítimo” é aquele formado exclusivamente por um pai e uma mãe: existem várias combinações possíveis, tão dignas quanto qualquer outra, desde que haja amor e ética envolvidos.

Um bom exemplo disso viralizou recentemente: dois melhores amigos decidiram constituir família e ter filhos juntos. É o caso de Agustina Kämpfer e seu amigo, o chef Agustín Badaracco.

Leia também: Estes são os 10 programas de TV que seu filho pequeno deve assistir, recomendados pela Ciência

Em 2017, a jornalista argentina se surpreendeu ao afirmar que estava esperando o primeiro filho, pois na época não estava namorando e havia acabado de romper seu relacionamento. Porém, depois de todo o mistério em torno do pai de seu bebê, Agustina decidiu revelar que ele era seu melhor amigo.

Ambos desejavam ser pais, mas nenhum deles encontrou o parceiro ou o tempo certo para fazê-lo. Até que se encontrassem novamente e tomassem a decisão:

“Com Agustín, éramos meio namorados na adolescência, mas eu o considero mais meu amigo do que meu namorado porque ele era fugaz e inocente. Ao longo de todos esses anos estivemos sempre em contato (ele mora no México) e tínhamos muitos casais … Nos falávamos e compartilhamos tudo. Temos muito em comum. A reunião foi no final de janeiro, quando voltei da Índia e ele veio visitar sua família. Foi entre o mágico e o inesperado porque falamos em ter um filho muito maduro, mas sem acreditar que ia acontecer tão rápido”, disse Agustina Kämpfer.

Apesar de Agustina manter a forma como conceberam Juan, seu filho, no privado, depois de dois anos ela confessou que não era uma inseminação artificial como muitos presumiam, mas sim uma união carnal entre os dois.

“Foi por concepção natural , movida pelo desejo de que ambos tivéssemos um filho. Nunca fomos um casal, nunca seremos um casal. Com o Agustín só estivemos juntos para ter um filho, foi um”, explicou.

Atualmente ela e Agustín compartilham a formação de Juan e se consideram uma família como outra qualquer: “Somos uma família de dois amigos que decidiram ter um filho juntos, com todo esse amor. Não preciso de Agus para ser o homem que espero na vida, nem preciso da mulher que ele deseja , porque apenas exigimos que sejamos os melhores pais do mundo”.

Uma linda família formada com amor!

Leia também: Filho exalta mãe que trabalhou por anos para permitir que ele estudasse – e se formasse – em Engenharia

Fonte: Upsocl

Compartilhe o post com seus amigos! 😉

RECOMENDAMOS