Uma jovem norte-americana que está grávida fez um desabafo no fórum Reddit após ser ameaçada por uma vizinha. O motivo? A futura mamãe “vomita alto demais” e vem incomodando ela e sua família.

Surpresa com a reclamação, a jovem explicou que os vômitos são resultado do excesso de nervosismo e ansiedade decorrentes da gravidez. As evacuações ocorrem múltiplas vezes por dia – e ela não consegue controlar.

Devido à reclamação da vizinha, que ameaçou processá-la formalmente caso a gestante não faça ‘menos barulho ao vomitar’, a jovem tem estado ainda mais estressada e vulnerável.

Leia também: Jogadoras seleção brasileira entram em campo e dão o recado: ‘assédio não’

No desabafo online, ela contou também que mora em um prédio de apartamentos com paredes finas. Alguns dias atrás, a vizinha bateu na porta da casa dela dizendo que podia ouvi-la “vomitando alto”.

A grávida explicou: “[Minha vizinha] tem um reflexo de vômito quando ouve outras pessoas vomitando”.

“Ela disse que quase vomitou depois de me ouvir. Por isso perguntou se eu poderia abrir a torneira, tocar música e ligar o ventilador do banheiro antes de vomitar.”

Gestante há poucos meses (está no primeiro trimestre), a jovem relutou em contar à vizinha sobre a gravidez, pois ainda não havia anunciado a notícia para a família e amigos.

Entretanto, se sentiu sem opções, pois achou que a vizinha estava insinuando que ela estava propositalmente se fazendo vomitar.

“Disse que lamentava incomodá-la, que tinha enjoos matinais e que tentaria ligar o ventilador antes de adoecer. Eu também disse a ela que a náusea pode vir rapidamente, então sem promessas. Ela não parecia feliz com isso, mas disse tudo bem e foi embora”.

Desde então, ela tem feito um esforço extra para ligar o ventilador e ficar o mais quieta possível quando está vomitando, mas que a situação é, no mínimo, ”estressante”.

Ainda assim, seus esforços tem sido insuficientes, pois a vizinha a visitou novamente com a mesma crítica. “Minha vizinha bateu na minha porta ontem e disse que ainda me ouviu e que estaria conversando com a gerência se não parasse. Eu estava exausta e falei para ela, ‘tudo bem então’ e fechei a porta”.

Nas redes sociais, a futura mamãe recebeu apoio de milhares de internautas, que condenaram a falta de empatia da vizinha. “O que diabos ela acha que o gerente pode fazer? Nossa, você já está com enjoo matinal, não precisa de uma vizinha criticando isso”, disse um. “A sua vizinha pode passear. Se ela não quer ouvir nada, ELA deve ligar a música. Basta tocar o dia todo”, acrescentou outro.

Leia também: “Antipatias violentas podem indicar uma afinidade secreta”, afirma Mário Sergio Cortella

Compartilhe o post com seus amigos! 😉

RECOMENDAMOS