“Assédio não”, esse é o recado das jogadoras da Seleção Brasileira de Futebol, dado nesta sexta-feira (11) contra o assédio sexual. Em postagens nas redes sociais pouco antes do jogo amistosa contra a seleção russa, as atletas publicaram em seus perfis em redes sociais mensagens contra o assédio sexual.

Mas as manifestações não se limitaram às redes. Ao entrarem em campo, antes do apito inicial, estenderam uma faixa onde se lia “assédio não!”

A jogadora escreveu em sua conta no Instagram : “Todos os dias no Brasil milhares de pessoas são acometidas e desrespeitadas com cenas de assédio, seja moral ou sexual, especialmente nós, mulheres. São brasileiras e brasileiros vítimas de abusos e atos que vão contra os nossos princípios de igualdade e construção de um mundo mais justo. Dizer não ao abuso são mais do que palavras, são atitudes. Encorajamos que mulheres e homens denunciem!”

“Nossa luta pelo respeito e igualdade vai além dos gramados. Hoje mais uma vez dizemos: não ao assédio”, encerrou a atleta que é a maior artilheira da história da Seleção, incluindo os jogadores homens, concluiu a atleta.

A manifestação das jogadoras acontece dias depois de o presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Rogério Caboclo, ser afastado do cargo pela Comissão De Ética da entidade após uma funcionária da CBF acusá-lo de assédio, trazendo a público gravações que comprovam a prática desse comportamento reprovável e criminoso dentro da CBF.

Estamos juntos, meninas! “Assédio não!”.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!