Um jovem de 25 anos que estudava em casa, sem acesso à energia elétrica, foi aprovado em Medicina na Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) após quase 4 anos de intensa preparação.

Maheus de Araújo, morador de Feira de Santana (BA), estudava em uma casa simples, emprestada da amiga, sem energia e sem internet. Ele quase atingiu a nota máxima na prova de redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2020, com incriveis 980 pontos.

Leia também: Cortella: Quais são os danos provocados por uma pessoa incompetente no poder?

As aulas no curso de medicina começaram na última segunda-feira (28), à distância. “Para mim foi surreal, foram oito anos fazendo Enem. Há quatro anos que eu tento fazer medicina, então é um bom tempo estudando”, disse ele.

De acordo com o portal G1, Matheus será o primeiro médico da família e da comunidade quilombola da qual faz parte.

“Minha família e minha comunidade quilombola de Antônio Cardoso (cidade onde nasceu) estão super felizes, porque é o primeiro médico da família, então eles estão em êxtase, em festa, por isso tudo, porque eles viram o meu esforço durante esse período todo. Estão muito, muito alegres”, disse.

“Eu só vou acreditar quando passar essa pandemia e eu puder me mudar para Santo Antônio de Jesus, que é onde tem o polo que eu vou fazer Medicina”, contou. “Eu estou bastante honrado em poder fazer o curso que eu irei possibilitar mudanças de vida de várias pessoas. É um sonho se concretizando”.

Leia também: Pássaro fica congelado após temperatura negativa no Paraná e foto viraliza

Realização do sonho

O universitário sempre estudou em escola pública e desde o ensino médio sonhava estudar medicina. Em 2015, ele foi aprovado no curso de enfermagem na Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs).

Entretanto, após dois anos trancou o curso – o que ele considera uma “uma decisão da vida”. De 2018 em diante, decidiu se dedicar aos estudos para passar em Medicina.

Matheus estudava sozinho para o Enem, cerca de seis horas por dia, de segunda a sexta, e também nos finais de semana, por meio de apostilas e videoaulas online.

“Você tem que acreditar nos seus sonhos, porque se você não acreditar, ninguém vai acreditar. Tem uma frase que sempre utilizo: a educação modifica vidas, assim como Jesus modifica o nosso interior. Focar, acreditar e ter fé, que em algum momento, a vitória vai chegar”, completou o jovem.

Compartilhe o post com seus amigos! 😉

RECOMENDAMOS