Na madrugada desta segunda-feira (14), aos 40 anos, morreu Ilana Kalil, instrumentadora cirúrgica e esposa do médico Renato Kalil. A notícia pegou amigos e familiares em total surpresa.

Ilana foi encontrada já morta na casa do casal no Morumbi, Zona Sul de São Paulo (SP).

A Polícia Civil registrou seu falecimento como “suicídio consumado”. As autoridades devem analisar nos próximos dias o laudo do Instituto Médico Legal (IML) e da perícia no local para confirmar a causa da morte.

Para acompanhar a investigação da morte da instrumentadora, o Ministério Público designou o promotor Fernando Bolque, do 5º tribunal do Júri. Ele irá apurar as circunstâncias da morte e a suspeita de suicídio.

Leia também: Chris Hemsworth enviou helicóptero com comida para família presa por enchentes na Austrália

De acordo com o B.O. registrado no 89º Distrito Policial, a morte foi causada por um disparo de arma de fogo, infligido pela própria vítima.

Formada em nutrição, Ilana Kalil tinha apenas 40 anos e trabalhava como instrumentadora cirúrgica de Renato, com quem tinha 2 filhas.

O marido é investigado há meses por violência obstétrica pela Polícia Civil, pelo Ministério Público e pelo Conselho Regional de Medicina (Cremesp). O inquérito teve início graças a uma denúncia feita pela influencer Shantal Verdelho, que diz ter sofrido violência durante o parto da sua filha, conduzido por Khalil, no ano passado.

Desde então, Kalil sempre negou as acusações e afirmou que “o parto da Sra. Shantal aconteceu sem qualquer intercorrência e foi elogiado por ela em suas redes sociais durante trinta dias após o parto”.

Leia também: Criança de 6 anos sonha em deixar abrigo e ser adotada: “Limpo o meu quarto e lavo a louça”

Fonte: Vogue

Compartilhe o post com seus amigos! 😉

RECOMENDAMOS