A ex-princesa do Japão, Mako, tem um novo título para adicionar ao seu currículo.

Mako Komuro, que se casou com seu namorado da faculdade e se mudou para Nova York no outono passado, agora está ajudando os curadores do Metropolitan Museum of Art.

Como a lei no Japão exige que uma princesa “deixe a família imperial após o casamento com um plebeu”, a princesa Mako desistiu de seus títulos reais para se casar com Komuro.

Ela também recusou um pagamento de US$ 1,3 milhão do governo japonês que é tradicionalmente pago a mulheres reais que perdem seu status real quando se casam.

Leia também: Jovem devolve PIX de R$ 275 mil que recebeu por engano: ‘Não vou usar dinheiro que não é meu’

De acordo com o Japan Times, Mako está servindo como voluntária não remunerada no “Met”, como o museu é chamado.

A jovem de 30 anos está trabalhando na coleção de arte asiática do museu e esteve envolvida especificamente na preparação de uma exposição de pinturas inspiradas na vida de um monge do século 13 que viajou pelo Japão enquanto introduzia o budismo.

Mako é bem qualificada para o trabalho, tendo se formado na International Christian University (onde conheceu seu futuro marido Kei Komoro) em arte e patrimônio cultural. Ela também estudou história da arte na Universidade de Edimburgo, na Escócia, antes de receber seu mestrado em Museu de Arte e Estudos de Galeria em 2016 na Universidade de Leicester.

Enquanto ainda desempenhava funções reais, ela trabalhou como pesquisadora especial no Museu da Universidade de Tóquio.

Um ex-curador do Met disse à PEOPLE: “Ela é qualificada e provavelmente lida com peças da coleção. Em geral, é um trabalho que requer muita preparação e muitas vezes significa passar muito tempo na biblioteca”.

A filha mais velha do príncipe herdeiro Akishino ficou noiva em 2013 de Komuro, que agora é paralegal em um escritório de advocacia em Nova York.

O casal anunciou pela primeira vez seus planos de se casar em setembro de 2017, mas o evento acabou sendo adiado após uma disputa por dinheiro entre a mãe de Komuro e seu ex-noivo por ele ter financiado a educação de Komuro.

Eles se casaram em outubro passado sem a fanfarra que geralmente acompanha um casamento real. A Agência da Casa Imperial (IHA) explicou que Mako e seu agora marido não queriam ter um grande casamento “porque seu casamento não é celebrado por muitas pessoas”.

Durante uma coletiva de imprensa após o casamento, Mako disse: “O que eu gostaria é apenas de levar uma vida pacífica em meu novo ambiente”.

Mako e seu marido foramvisto explorando sua nova casa em Nova Yorkdesde que chegaram no outono passado.

Uma vantagem associada ao novo emprego de Mako: um trajeto muito curto. A icônica localização do museu na Quinta Avenida fica a 10 minutos de carro do apartamento de luxo do casal em Manhattan.

Fonte: Daily Mail

Leia também: Mulher tem ataque de asma e morre após misturar água sanitária com produtos de limpeza

Compartilhe o post com seus amigos! 😉

RECOMENDAMOS