Por Elder Dias
Denver é a capital do Colorado, um estado no Meio-Oeste dos EUA. Também lá, como de resto em praticamente todo o país, há uma quarentena imposta para impedir a propagação da pandemia de coronavírus que está afetando o mundo.

Também lá, como cá no Brasil, há ativistas contra a medida, a qual consideram autoritária e até ditatorial, embora seja a única forma de evitar a disseminação do perigoso vírus.

Foi naquela cidade que, em meio a uma manifestação com centenas de carros, ocorreu um fato inusitado e que simboliza muito bem o momento pelo qual passamos.

Em meio à carreata que desfilava, com bandeiras dos Estados Unidos e muita buzina acionada, um enfermeiro se postou na faixa de pedestres de uma avenida, de modo que impediu a continuidade do comboio.

Crédito: Denver Post
Crédito: Denver Post

Apesar das queixas dos manifestantes e do buzinaço inesgotável, o enfermeiro permaneceu firme em sua posição. No vídeo, que viralizou na internet, um dos pedestres que passou por ele até mostrou seu apoio dando um tapinha no ombro dele.

A presença do enfermeira para tentar impedir o protesto contra o isolamento marcou o momento do conflito entre “salvar a economia” versus “salvar vidas”. Uma falsa divergência, mas que segue sendo acentuada pelos que querem o retorno ao trabalho.

O protesto solitário ganhou alguma adesão de outros profissionais de saúde. Uma enfermeira de Denver disse que sentiu o protesto para a suspensão da quarentena como “um tapa na cara dos trabalhadores médicos”. “Eu também não quero ficar presa em minha casa. Não acho que muita gente esteja gostando disso, mas esse não é o ponto”, disse ela.

Até nesta terça-feira, 21/4, pelo menos 422 pessoas haviam morrido vítimas da covid-19 no Colorado. Nos Estados Unidos como um todo a pandemia vai se aproximando da casa dos 50 mil mortos.

Créditos da imagem de Capa:Crédito: Denver Post
Com informações do La Nacion

Leia também:
(Vídeo) Harry e Meghan são filmados distribuindo comida para os doentes nos Estados Unidos
Ele ficou 23 dias internado e hoje o bebê cuja mãe morreu vítima de Covid-19 recebe alta no Pará
Policial se sensibiliza ao ver idosa com pano no rosto para evitar o coronavírus e doa máscaras


COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!