O dia do casamento é um dos eventos mais importantes das nossas vidas, e a presença das pessoas que amamos completa toda a cerimônia.

Cíntia Bonfante Pereira, fonoaudióloga de Caxias do Sul (RS), trabalha com crianças que apresentam atraso na fala por causa da síndrome de Down.

Seus pacientes têm um lugar especial em seu coração, então seu noivo, José Vitor Flach, encontrou uma bela maneira de incluí-los no dia do casamento em março de 2020.

Leia também: Como o conflito Rússia-Ucrânia tem afetado a economia mundial

O casal estava de pé no altar e, quando chegou a hora de entregar os anéis, as portas da igreja se abriram de repente e vários de seus alunos começaram a caminhar pelo corredor!

A adorável procissão foi liderada por um menino mais velho, um dos portadores do anel, andando de mãos dadas com uma menininha. Elas foram seguidas por floristas usando vestidos fofos. Dois dos meninos mais novos chegaram em grande estilo em seu minúsculo carro elétrico.

Todos vestidos com seus melhores trajes de casamento, a aparição dos sete convidados especiais fez com que Cíntia derramasse lágrimas de felicidade. Ela está claramente tão orgulhosa das crianças e feliz que eles estão lá para comemorar seu dia especial.

Assim que os porta-anéis e as floristas chegaram ao altar, Cíntia e José pararam para cumprimentar cada um deles. A noiva gentilmente tocou seus rostinhos com um olhar inconfundível de amor e adoração por conta própria.

Acontece que Cíntia tinha planejado muito ter as crianças em seu consultório durante o grande dia. No entanto, quando ela pediu permissão ao padre, ele recusou seu pedido.

“Na verdade, meu marido pediu para ele dizer isso porque ele já havia planejado isso com o padre”, explicou ela.

Cíntia disse que a surpresa do noivo foi uma de suas partes favoritas do casamento.

“Amo muito minha profissão e ter a oportunidade de ter algumas das crianças conosco neste dia foi inexplicável”, escreveu ela em um post no Instagram. “A emoção tomou conta de mim de uma forma que eu pensei que meu coração não seria capaz de suportar!”

Cíntia trabalha com as crianças há anos para ajudar a melhorar suas habilidades de linguagem e comunicação. Está claro que eles se tornaram mais do que apenas pacientes para ela – eles também se tornaram uma família.

“Eu realmente amo o que faço e tenho a sorte de poder ajudá-los a ter uma melhor qualidade de vida”, disse ela. “Acredito que cada pessoa tem potencial. Precisamos olhar para eles além de suas deficiências para que possamos ajudá-los a superar as barreiras que eles têm na vida.”

A fonoaudióloga é uma forte defensora da inclusão , e sua escolha de contratar um fotógrafo de casamento com síndrome de Down prova isso. João Vicente captou lindamente os momentos especiais do dia.

“Sempre levanto a bandeira da escola e da inclusão social e por isso convidei o João, que é fotógrafo, porque tinha visto o trabalho dele e gostei muito das fotos e da forma como ele transformava em fotos os detalhes do nosso dia a dia”, escreveu Cíntia.

“Bonito! Acho que, para que as pessoas mostrem suas habilidades, precisamos dar a elas a oportunidade de fazê-lo.”

“Por isso ter João Vicente como nosso fotógrafo, além de ser uma honra ser fotografado por ele, foi a minha forma de mostrar que não há limites quando não definimos as pessoas apenas pelo seu diagnóstico!

Foi lindo, maravilhoso, melhor do que eu imaginava e ainda contribuímos para uma sociedade mais inclusiva. Não há felicidade maior do que essa”, concluiu.

De fato, esse doce gesto de seus alunos serem portadores de alianças tornou o dia do casamento já especial mais significativo. Testemunhe o momento de derreter o coração no vídeo abaixo.

Leia também: 5 maneiras eficazes de organização financeira para sair de casa

Fonte: 7News

Compartilhe o post com seus amigos! 😉

RECOMENDAMOS