Quem é brasileiro não se resigna com a derrota da Seleção do seu país, não é mesmo? Mesmo os mais serenos e calmos tendem a perder a paciência quando o assunto é Seleção e Copa do Mundo. Ondem, a derrocada brasileira ante a Croácia, nos pênaltis, entristeceu o Brasil.

Até a Monja Coen, uma das budistas mais conhecidas no Brasil, mostrou a sua indignação diante da derrota brasileira. Ela publicou alguns vídeos em suas redes sociais questionando a escalação para os pênaltis:

“Eu queria saber quem foi que escalou esse povo para os pênaltis. Por que o Neymar não estava lá?”

Eis o segundo vídeo:

Um dos alvos da Monja foi Rodrygo, que bateu o primeiro pênalti pelo Brasil e desperdiçou:

“Quem pôs aquele menino loirinho para marcar pênalti? Ele acabou de entrar, não tem condição emocional para isso”, afirmou em outro vídeo. O nervosismo foi tanto que entre os jogadores que ela acreditava que deveriam cobrar a penalidade, como Antony, ela citou Pedro, que converteu a terceira tentativa do Brasil.

Leia também: Técnico da Espanha doa valor arrecadado em lives da Copa para ONG que trata crianças com câncer

A internet não perdoou. Se até a Monja Coen ficou enfurecida, quem somos nós para escondermos a nossa “revolta” com a derrota, não é mesmo? Alguns chegaram a dizer que Tite teria tirado até a monja do seu estado de serenidade: “Tite, você conseguiu tirar até a monja do sério”, reclamou outro internauta.






Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!