Na madrugada de quinta-feira (20), um menino em idade pré-escolar conseguiu mobilizar sua família para ajudar um grupo de moradores em situação de rua de Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio.

Horas antes, o pequeno Baruk Fernandes, de 3 anos, havia voltado de uma festinha com seus pais. No caminho, encontrou três pessoas dormindo ao relento.

Assim que chegou em casa, fez uma videochamada com sua avó, que mora no mesmo condomínio.

“‘Vovó, você tem alguns biscoitos que possa me dar?’, lembrou Jurema Alves. “Falei: ‘Tenho, sim, você está com fominha?’ Aí ele falou: ‘Não, vovó, é para levar para uns amigos meus que estão com fome’”, explicou o menino.

A idosa contou que o neto fez várias perguntas para a mãe, Marcele. “Ela não conseguia explicar por que aquelas pessoas não tinham casa, comida ou roupa quentinha”.

Leia também: Estudante brasileira ganha bolsa de R$ 2 milhões para estudar nos EUA: ‘Quer ser astronauta’

Não demorou muito para Baruk ligar para outros parentes, pedindo ajuda para encher sua mochila com sanduíches, biscoitos e sucos para os necessitados que vira naquela noite.

À meia-noite de sexta (21), a criança convocou a família para retornar à mesma rua onde encontrou os desabrigados, presenteando-os com os lanchinhos.

No mesmo dia, pediu outra doação. “A gente podia fazer uma sopinha”, propôs Marcele.

“Eu vou levar todo o biscoito na minha mochila para eles. A gente podia levar uma roupa do papai, boné, calça”, sugeriu o garoto, em um vídeo gravado pela mãe.

“Vamos. Só deixa só fazer uma cartinha aqui rapidinho”, pediu Baruk.

Se depender do menininho, aqueles moradores de rua nunca mais passarão por dificuldade.

Leia também: Mulher viaja 1.300 km para reencontrar seu cachorrinho perdido: ‘De Santa Catarina à Minas Gerais’

Compartilhe o post com seus amigos! 😉

RECOMENDAMOS