Em fevereiro do ano passado, a Mattel lançou uma nova coleção de Barbies com diferentes tons de pele, tipos de cabelo e corpos em colaboração com a estilista afro-americana Shiona Turini.

O objetivo é promover a inclusão da comunidade negra e fazer com que as meninas se sintam mais representadas com essas bonecas.

A designer ficou muito animada quando a empresa a contatou para desenvolver o projeto . Em um post no Instagram, ela comentou sobre sua experiência no desenvolvimento de designs para cada uma das bonecas:

“Minha visão era projetar bonecas Barbie diversificadas e realistas, em estilos fortes com temas que tenho visto ao longo do meu trabalho, como o contraste de pele de cobra e leopardo, desafiando a uniformidade tradicional.”

Além disso, Shiona comentou que desenhar as bonecas afro foi um sonho que se tornou realidade para ela: “Cresci apaixonada pela Barbie e, embora ela tenha sido um dos meus primeiros ícones da moda, lembro-me claramente de procurar nas prateleiras por brinquedos de menina que se pareciam comigo e ela. Voltava de mãos vazias”, lamentou.

Leia também: “Diga-me um preço”: Kaley Cuoco ofereceu-se para comprar o cavalo maltratado nas Olimpíadas

Shiona também mencionou que grande parte de sua inspiração veio do design da primeira Barbie preta que foi lançada em 1980 e tinha um vestido vermelho brilhante com cabelo estilo afro, que a Mattel lançou novamente no 40º aniversário da Barbie.

Leia também: Ao longo de vinte anos, casal planta 2 milhões de árvores em área devastada por fogo

Esta nova coleção de bonecas foi aplaudida por milhões de pessoas, que destacaram as mudanças positivas que a Mattel fez nos últimos anos em prol da inclusão, além de reconhecer mulheres extraordinárias como a coleção lançada em 2018 para o Dia Internacional da Mulher com 17 bonecas marcantes da história , como Amelia Earhart, Rosa Parks, Frida Kahlo, entre outras.

Fonte: Nation

Compartilhe o post com seus amigos! 😉

RECOMENDAMOS