A Ucrânia vive um de seus momentos mais devastadores e difíceis em décadas após os inúmeros ataques e bombardeios do Exército da Rússia desde a semana passada.

Milhares de feridos, mortos, lugares bombardeados, são apenas alguns dos resultados que esta guerra desumana deixou, e quem mais sofre são as crianças, que estão vivendo em meio ao terror.

Existem milhares de histórias conhecidas sobre o que os ucranianos fizeram para sobreviver – alguns ficaram para lutar, outros tiveram que se separar de seus entes queridos e outros escaparam como puderam.

Uma das histórias mais comoventes foi a da jornalista argentina Sol Macaluso, que é repórter do Noticias Telemundo na Ucrânia e de outros meios como a Telecinco.

A repórter desmoronou em lágrimas quando estava reportando para o ‘The AR Program’ da Ucrânia, dizendo que seu guia naquele país havia feito um pedido muito singelo à ela.

Sol disse em plena transmissão que seu guia e tradutor ucraniano, Max, havia pedido que ela levasse sua filha de lá com ela e a mantivesse segura.

“Nosso guia e intérprete nos pediu muito emocionalmente para levar sua filha conosco. Conheço essas pessoas há mais de um mês, compartilhamos informações o dia todo e é muito difícil que elas tenham que ficar para defender seu país, deixar sua família”, disse ela com a voz embargada.

Leia também: Ucrânia convida mães de soldados russos capturados para buscá-los

E então, ela não conseguia mais conter as lágrimas enquanto continuava contando “e alguém vem e diz por favor, pegue minha filha, cuide dela, que ela não tem nada, o que você vai dizer a ela? Não há palavras”.

A comovida jornalista no estúdio perguntou a ela “Sol e o que você vai fazer, você vai levar a menina?” Ao que a jovem disse sem hesitar, mas chorando “claro, é minha família agora, é minha irmã “.

Este vídeo e esta ação da jovem argentina comoveu o mundo inteiro e conquistou a admiração de todos nas redes sociais, pois mostrou seu grande coração.

No entanto, a jovem publicou posteriormente na internet que havia tomado a decisão de ficar mais alguns dias na Ucrânia, por sentir que era seu dever como jornalista.

Finalmente, foi outro de seus companheiros que levou a menina para a Espanha, e ela os verá quando chegar lá.

De fato, nesta quarta-feira ela informou que a filha de seu guia já estava segura na Espanha com seu parceiro e estava muito feliz com isso.

“Como estou orgulhosa, nós te amamos Dana, todos nós cuidaremos de você (…) ela já está na Espanha, segura e cercada de amor com Martina e sua família em Barcelona”, disse Sol em sua conta no Instagram.

Leia também: Cantora Paulinha Abelha falece aos 43 anos em decorrência de problemas renais

Fonte: Terra

Compartilhe o post com seus amigos! 😉

RECOMENDAMOS