Em meio ao cenário de guerra, a Ucrânia apela positivamente ao coração das mães de seus opositores: os soldados russos.

Na data de hoje, dia 2 de março o Exército ucraniano convidou as mães dos soldados russos capturados para irem buscá-los na Ucrânia. Já é o sétimo dia da invasão lançada por Moscou, durante a qual afirma ter feito dezenas de prisioneiros.

“Foi decidido entregar os soldados russos capturados às suas mães se elas vierem procurá-los na Ucrânia, em Kiev”, disse o Ministério da Defesa ucraniano em comunicado.

Kiev tenta sensibilizar a opinião pública russa sobre a invasão, abrindo uma linha telefônica para os pais ligarem para perguntar sobre o destino de seus filhos no “front” de batalha e descobrir se estão mortos, ou se foram capturados.

Os militares ucranianos disponibilizaram linhas telefônicas e outros canais, pelos quais disponibiliza e recebe informações sobre russos capturados, e disse que as mães serão recebidas na capital, se quiserem procurar seus filhos.

“Vocês serão recebidas e levadas para onde seus filhos serão devolvidos”, prometeu o Ministério.

“Ao contrário dos fascistas de Putin, nós, ucranianos, não estamos travando uma guerra contra as mães e seus filhos capturados”, frisou.

RECOMENDAMOS






Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!