Lady Gaga, para além do ícone pop, tem se tornado um referencial de empatia. Logo após viralizar nas redes pela delicadeza no trato com a atriz Liza Minnelli, cadeirante, a aparecer no Oscar, ganha holofotes por motivos semelhantes, na premiação do Grammy.

Lady Gaga mostrou empatia, generosidade e gentileza ajudando outra mulher a receber seu prêmio.

A recente cerimônia do Grammy Awards foi marcada por diversos artistas que surpreenderam a noite com suas apresentações, figurinos e, também, por vencerem nas principais categorias.

Uma dessas artistas foi, precisamente, Lady Gaga, que além de ganhar o Grammy de “Melhor Álbum Vocal Pop Tradicional” , também prestou uma homenagem emocionada ao amigo, o colega artista Tony Bennet.

Como se tudo isso não bastasse, Gaga atraiu aplausos em seus elegantes trajes de diva de Hollywood, ela também se destacou por sua personalidade. Porque apesar de não ter conquistado o prêmio de “Melhor performance de dupla ou grupo pop”, ele mostrou que não precisa “apagar outros artistas” para continuar brilhando.

Sim, porque apesar de tudo, ela demonstrou humildade e gentileza que a fizeram ser elogiada nas redes sociais.

Quando as vencedoras da categoria “Melhor Performance Pop em Duo ou Grupo”, as cantoras Doja Cat e SZA, foram chamadas ao palco, esta última teve dificuldade para subir no palco, pois estava usando muletas e uma longa cauda.

Uma cauda que Gaga não hesitou em levantar para que SZA pudesse subir ao palco para receber seu prêmio sem problemas. O mesmo prêmio que Gaga perdeu.

A Revista Pazes faz sempre questão de evidenciar gestos de nobreza e generosidade. Talvez estes gestos não sejam tão raros como imaginamos, não é mesmo?

Gostou deste conteúdo? Que tal mandar para os seus amigos?! Façamos uma corrente do Bem.

RECOMENDAMOS






Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!