A fotografia de um jovem sentado no casco de um barco virado no meio do mar na costa da Flórida correu o mundo nesta semana.

Trata-se de Juan Esteban Montoya, colombiano de 22 anos do município de Guacarí, no Vale do Cauca, confirmou à BBC Mundo nesta quinta-feira um representante diplomático do país sul-americano nos Estados Unidos.

O jovem, resgatado por um rebocador na terça-feira depois de passar horas à deriva, revelou que havia deixado as Bahamas na madrugada de domingo com outras 39 pessoas.

Cinco corpos foram encontrados na área; os 34 restantes seguem desaparecidos.

Leia também: Bebê de 6 meses é vacinada com frasco inteiro da Pfizer contra Covid em Altinópolis (SP)

Segundo informações da BBC, o navio foi encontrado naufragado na costa da Flórida, local por onde pretendiam passar para os Estados Unidos. O jovem sobreviveu depois que o navio virou durante as primeiras horas da manhã.

A Guarda Costeira dos Estados Unidos foi a primeira a avistar o jovem, que estava sentado no pouco que restava do barco.

“ Após uma análise cuidadosa de todas as informações disponíveis, incluindo as condições meteorológicas, o número de pessoas que caíram na água sem coletes salva-vidas, o tempo decorrido desde a data do acidente e uma busca incansável em uma área maior que Massachusetts (… decidi para cancelar a busca “, disse a comandante Jo-Ann Burdian .

A fotografia de Juan Esteban em cima do barco virado foi tirada momentos antes de ser resgatado e dar a volta ao mundo.

“ Às 8 da manhã nós o trouxemos para bordo e ele foi tratado imediatamente, pois estava desidratado, e lhe demos água e um pouco de comida mole. Ele estava muito fraco e angustiado ”, explicaram da empresa de transporte Florida Signet.

O barco conseguiu passar quatro horas navegando pelas águas do Caribe até encontrar uma frente de mau tempo que virou o navio. Como o jovem explicou, houve pessoas que conseguiram resistir por algumas horas, mas quando os socorristas chegaram não estavam mais vivos.

Embora o jovem tenha sobrevivido, infelizmente sua irmã mais nova, María Camila, com quem viajava no navio, ainda não foi encontrada no oceano.

Leia também: Câncer se espalha pelo corpo de Pelé, com tumores no fígado, intestino e pulmão, diz site

Fonte: BBC

Compartilhe o post com seus amigos! 😉

RECOMENDAMOS