Na última terça-feira (20), Rodrigo e Roger Moreira, filhos do locutor Cid Moreira, entraram com uma ação na vara da família de Petrópolis (RJ), pedindo a interdição do próprio pai.

De acordo com o portal Correio 24h, os herdeiros alegam que o veterano de 93 anos enfrenta “demência” e vem sendo controlado pela mulher (e madrasta deles), Fátima Sampaio Moreira.

Na petição, os filhos declaram ainda que Fátima, 40 anos mais jovem que Cid, estaria subtraindo bens materiais do locutor, transferindo “tudo o que pode para parentes por preço vil e na sequência vendendo por preço real”.

Leia também: Mesmo divorciado há 28 anos, marido corta a grama da ex-mulher até hoje: ‘Relação de respeito’

Pior: afirmam que a madrasta mantém Cid Moreira em “cárcere privado”, dando-lhe comida estragada e descuidando-se das medicações. “O idoso está tecnicamente na mão da ‘mulher'”, declararam os herdeiros.

Ao final do documento de início do processo, é alegado que Fátima teria se casado com Cid motivada por “interesses econômicos”, e por este motivo, pedem uma tutela de urgência e a prisão da madrasta, a quem chamam de agressora de Cid Moreira.

Entenda o caso

No início de julho, Roger Moreira, em entrevista à TV Record, falou pela primeira vez sobre a briga com o pai. Alguns dias atrás, Cid enviou ao filho um documento informando que ele foi deserdado, perdendo qualquer direito à herança.

Cerca de 24 horas depois da revelação, a mulher do comunicador se manifestou em vídeo postado nas redes sociais. Fátima Sampaio disse que Cid não pode falar sobre o assunto devido ao processo que corre na Justiça, mas rebateu as afirmações de Roger.

Não há prazo para conclusão do processo, que segue sob segredo judicial.

Leia também: Gato de rua abraça cachorrinho que foi abandonado pelos donos: ‘Exemplo de empatia’

Fonte: Correio 24h

Compartilhe o post com seus amigos! 😉

RECOMENDAMOS