Um caso intrigante chamou a atenção da população de Peruríbe, no litoral paulista, nesta segunda-feira (24).

De acordo com o portal G1, o esqueleto de uma baleia desapareceu misteriosamente da praia da Barra do Una, uma das mais visitadas da cidade.

Entre as hipóteses levantadas pelas autoridades estão uma possível retirada da ossada feita pelos moradores, a ação da maré (que levou o esqueleto para o mar) ou o soterramento ocasionado pelo movimento das ondas.

Leia também: Estudante brasileira ganha bolsa de R$ 2 milhões para estudar nos EUA: ‘Quer ser astronauta’

Segundo a Fundação Florestal, da ossada de 4 metros de extensão, apenas um osso sobrou na areia da praia.

Acredita-se que o esqueleto pode ser de uma espécie do tipo baleia-de-bryde enterrada na mesma região há 12 anos, segundo o biólogo Thiago Nascimento.

Testes e perícias serão feitas para determinar a identidade do animal.

Enquanto isso, uma equipe do Instituto Biopesca começou a investigar a ocorrência. A praia da Barra do Una fica dentro da Estação Ecológica Jureia – Itatins, sob responsabilidade da Fundação Florestal, que confirmou o desaparecimento dos ossos da região.

A fundação acredita que os ossos tenham sido enterrados novamente devido a influência da maré.

Baleia enterrada há mais de uma década

Em entrevista ao G1, o biólogo marinho Thiago Augusto do Nascimento, responsável pelo Aquário Municipal, levantotu a hipótese da ossada tratar-se de uma baleia-de-bryde de 14 metros que encalhou, já morta, naquela região em 2009.

Leia também: Mulher viaja 1.300 km para reencontrar seu cachorrinho perdido: ‘De Santa Catarina à Minas Gerais’

“Quando apareceu esse esqueleto, eu lembrei desse encalhe. Não lembro de outro acontecido naquela região”, contou. É possível que a maré tenha levantado a areia que cobria o animal.

Análises de DNA confirmarão em breve a espécie da baleia. Enquanto isso, o mistério permanece.

Compartilhe o post com seus amigos! 😉

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS