Sem dúvida, um dos maiores sonhos do trabalhador brasileiro é ter uma jornada de trabalho menor para gastar mais tempo com a família e o lazer.

Uma empresa de Rio das Pedras, em São Paulo, decidiu seguir nessa direção e tem colhido até aqui resultados muito promissores: após reduzir a jornada de trabalho dos funcionários para 6 horas diárias, ela viu a produtividade deles crescer 25%!

A iniciativa é voltada para o bem-estar dos colaboradores, e não envolve redução de salários.

De acordo com o portal G1, essa redução vinha sendo analisada pela empresa Solpack Agronet há anos até ser implementada em 2020 – no auge da pandemia.

Conforme contou a diretora da empresa, Alda Maria Car, sempre que ela ia até a fábrica, percebia o cansaço dos funcionários, e isso gerava incômodo. “Às vezes eu chegava e via um funcionário com suor embaixo do braço na camiseta e pensava ‘nossa, essa pessoa está morrendo de trabalhar'”.

Em meio à pandemia, Alda decidiu levar a iniciativa adiante – mudando a escala de produção de 3 turnos de 8 horas, para 4 turnos de 6 horas. Tudo sem mexer no salário ou benefícios dos colaboradores.

“Se a gente pensar em custo, talvez a gente gaste um pouco mais contratando as pessoas. Mas se a gente pensar em qualidade de vida, qualidade do produto… É dar a condição ideal para a pessoa trabalhar, né?”, afirmou.

“Tem muitas pesquisas pelo mundo que mostram que a gente não tem condição de absorver mais do que cinco horas e meia focado”, completou.

De 2020 pra cá, a produtividade da fábrica aumentou em 25%.

Leia também: Bebê de um ano é encontrado sem vida após ser deixado sozinho, por seis dias, pela mãe

Tempo de qualidade

Érica Righi, supervisora de RH da Solpack contou que antes trabalha das 8h às 17h (com 1h de almoço). Hoje, entra 7h30 e sai 13h30.

Essa mudança, que gerou estranheza inicialmente, só trouxe benefícios para a supervisora, em especial de longo prazo.

“Essa jornada tem me proporcionado ajustar a vida profissional com a vida pessoal. Hoje eu tenho tempo para cuidar da minha saúde, para estar com a minha família, voltar a estudar, fazer cursos, fora do horário de trabalho. Para mim foi espetacular, foi muito importante, foi uma virada de chave”, comemorou.

“Hoje eu consigo buscar minha filha na escola. Eu não conseguia porque a hora que ela saía eu estava trabalhando ainda. Para ela essa mudança, eu estar indo buscá-la, foi muito boa. Uma reunião de escola que eu não conseguia ir, hoje eu consigo”, completou.

Fonte: G1

Leia também: Thor: ator deixou de comer carne antes de gravar beijo com Natalie Portman, que é vegana

Compartilhe o post com seus amigos! 😉

RECOMENDAMOS