Por Nara Rúbia Ribeiro

João Marcos Buch é juiz de Direito em Joinville, Santa Catarina. Humanista acima de tudo, faz com que seu trabalho e sua vida encontrem sintonia com a sua própria alma.

Nascido em Porto União, no interior de Santa Cataria, tornou-se magistrado aos 23 anos de idade e, a partir de então, teve a sua vida marcada não pela frieza das leis ou pela impessoalidade de um gabinete, mas por centenas de outras vidas com as quais se deparou, captando as nuances, especialmente, das duras e dramáticas histórias de pessoas encarceradass e de suas famílias, bem como daqueles que trabalham nos presídios.

Clique na imagem e conheça a obra!

Para compartilhar com o mundo aquilo que aflige a sua alma, bem como tudo que a encanta e apraz, João Marcos escreve. No site da Giostri Editora, podemos encontrar 5 livros de crônicas e um romance, “Tortura”. Li todos os livros e falei sobre eles aqui mesmo, na Revista Pazes. Agora, a Giostri lança o seu novo livro: Crônicas de um Juiz que Solta.

A nota da Editora já nos dá uma ideia da dimensão do que encontraremos na nova obra:

“Em seu sexto livro de crônicas, o humano Juiz da Execução Penal, João Marcos Buch traz ao leitor o mais profundo de todos, uma vez que os textos aqui apresentados exalam um experiente e sensato olhar sobre a vida dentro e fora das prisões. As crônicas são tratados de vida, são aulas de Direito, são ponderações e reflexões acerca de um sistema prisional doente e prestes a ruir cada vez mais. Nesta obra, Buch consegue apresentar olhares de todos os lados. Há nos textos o seu olhar enquanto cidadão brasileiro, magistrado, aluno de Direito, autor de livro. Mas há também – e isso é um dos maiores méritos desta obra – o olhar de todos os envolvidos nesta teia humana ligada à justiça e às prisões. Falam os apenados, os familiares, os códigos e leis, falam outros magistrados. Fala o espelho.”

Estamos convictos da grandeza do trabalho e da obra de João Marcos Buch, motivo que nos leva a recomendar a obra!

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!