A vida de cada ser humano é extremamente rica, de acordo com a percepção de cada um e sobretudo por sua capacidade de gratidão. Gratidão é riqueza de espirito, sendo o portal sagrado para a prosperidade em todos os sentidos.

Claro que não teremos tudo, mas focar na falta será sempre uma escolha nossa e a pior de todas, acredite. O ser humano é naturalmente insatisfeito. Se não tem algo, é insatisfeito porque não tem; e se o tem é insatisfeito também, por medo da desilusão ou da perda. Complicado e porque não dizer trágico. E agora?

É impossível satisfazermos todos os nossos desejos e anseios no momento que quisermos, pois existem certas coisas que necessitam de tempo de elaboração, assim como “o esperar amadurecer o fruto” para que este ofereça o melhor de si. E tem sementes que sequer brotam. E o que você vai fazer se não germinou o que você queria? Brigar com o mundo, espernear, esbravejar, se descabelar ou chamar as sete pragas do Egito? Aceite o que não pode ser mudado, ao menos naquele momento especifico.

Nem todos os desejos são satisfeitos no nosso tempo. A não ser que você tenha alguma fada madrinha na abóbora da cozinha ou uma lampada de Aladim escondida dentro do caixa-forte ou quem sabe um Amélio misterioso. Do contrário, querido (a), não tem jeito: você vai ter sim de algumas vezes lidar com frustrações para aprender uma das maiores lições da vida: as coisas nem sempre acontecem no nosso tempo e que precisamos aprender aceitação, o que não é resignação.

Portanto, empodere-se da sua vida equilibrando sempre emoção e razão nas escolhas feitas por você. Lute por seus ideais, por suas conquistas, estando mais integrado e sincrônico com o todo para elaborar a sua própria verdade através destas escolhas conscientes.

Reflexão transmutativa:
Deseje, lute, faça de tudo para que de certo, mas administre suas expectativas, as posssiveis frustrações no meio do caminho. Você tem o poder de colocar algo melhor, muito melhor na sua vida, basta você se propor a este trabalho, que gera algum esforço inicial, mas que certamente valerá à pena, pois se trata de você, da sua vida e da sua felicidade. E se não deu certo, tenha paciência. Lembre-se que a vida com certeza te dará outras e novas grandes chances para um melhor recomeço.

É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo, bem como adaptações ou alterações por qualquer meio de comunicação. Os Direitos Autorais são regulamentados pela Lei nº 9.610/98, sendo a violação destes Direitos caracterizados como crime de acordo com o Código Penal, art. 184 e Parágrafos, e Lei nº 6.895.

COMPARTILHAR
Soraya Rodrigues de Aragão
Psicóloga, psicotraumatologista, escritora e palestrante. Realizou seus estudos acadêmicos na Unifor e Università di Roma. Equivalência do curso de Psicologia na Itália resultando em Mestrado. Especializou-se em Psicotraumatologia pela A.R.P. de Milão. Especializanda em Medicina Psicossomática e Psicologia da Saúde - Universidad San Jorge (Madri) e Sociedad Española de Medicina Psicosomática y Psicoterapia. Sócia da Sociedade Italiana de Neuropsicofarmacologia e membro da Sociedade Italiana de Neuropsicologia. Autora do livro Fechamento de Ciclo e Renascimento: este é o momento de renovar a sua vida. Edições Vieira da Silva, Lisboa, 2016; e do Livro Digital: "Transtorno do Pânico: Sintomatologia, Diagnóstico, Tratamento, Prevenção e Psicoeducação. É autora do projeto «Consultoria Estratégica em Avaliação Emocional».

COMENTÁRIOS