Com informações de G1

Há dois anos, um garotinho de 11 anos de idade ganhou as redes sociais em razão de uma cartinha enviada ao Papai Noel. Nela o pequeno Bruno pedia, de presente de natal, um sanduíche. Muito mais do que o que havia pedido, no entanto, Bruno recebeu a solidariedade de centenas de pessoas Brasil afora, solidariedade que ainda hoje se faz sentir.

Bruno, àquela altura, morava com a avó e a situação econômica da família era dificílima. Geladeira e despensa vazias, no entanto, se encheram e os tormentos enfrentados em razão da crise financeira pela qual passavam foram, se não definitivamente resolvidos, ao menos remediados.

No entanto a disposição para ajudar das pessoas que se comoveram com a situação de Bruno continuou gerando frutos. “Muita gente me ajudou. Eu ganhei boa parte do que eu tenho hoje. Eu tive até o videogame dos meus sonhos. Tenho que agradecer a Deus e às pessoas.”, contou o garotinho, hoje com 13 anos de idade, ao G1.

A avó do garoto, com quem ele residia na época em que o seu pedido ao Papai Noel viralizou, infelizmente faleceu em agosto desde ano, em razão de um câncer que vinha enfrentando. Hoje Bruno vive com uma de suas tias, Aparecida Ana Cintra, para quem o garotinho é como um filho, e com o seu priminho Pietro, de quem Bruno não desgruda.

Neste ano o Natal da família provavelmente seria bastante difícil outra vez, mas o vídeo da cartinha ao Papai Noel voltou a viralizar nas redes e pessoas interessadas em ajudar, para a surpresa de Bruno, voltaram a aparecer. Mais uma vez, o garotinho poderá contar com uma mesa farta na ceia de Natal:

“Eu falei para minha tia que nós íamos ter que nos virar em dezembro, mas alguém repostou o vídeo, e eu agradeço muito essa pessoa. Começou a aparecer um monte de gente em casa e eu não estava entendendo nada. Deus é muito bom, as doações não param de chegar”, conta o rapaz.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!