Luiz Eduardo Bertoldo Santiago ganhou a atenção e a empatia nas redes sociais quando, chorando, denunciou ter sido vítima de racismo. Contudo, a história teve um “final” feliz: três clubes o convidaram para testes com passagens e estadia pagas dele e de um familiar.

Eduardo disputava a Caldas Cup, uma competição de garotos em Caldas Novas, Goiás, defendendo as cores do Uberlândia Academy, time da cidade mineira, contra o Instituto SET, de Goiás, pelo torneio sub-11.

O time de Eduardo venceu a partida, mas ele não se conteve e gravou um vídeo chorando e desolado. Nele, ele acusou o treinador Lázaro Caiana de Oliveira, de mandar seus jogadores, ‘marcar o preto’.

“O cara falava assim “Fecha o preto aí, ó! Aí eu aguardei para falar no final com os pais. Falou um ‘tantão’ de vezes'”, disse, chorando, Luiz Eduardo. Foi registrada a ocorrência policial.

O jogador Neymar Júnior apresentou apoio ao garoto:

“Fala, Luiz Eduardo, aqui é o Neymar. Vi que você passou uma situação completamente chata, triste. Infelizmente, a gente anda passando por esse tipo de coisa que não cabe mais hoje em dia.

Além do apoio do ídolo Neymar, ele recebeu mais a oportunidade de um teste, com todas as despesas pagas, no Vasco, no Fluminense e ainda no Santos.

Com informações da TV Anhanguera e do R7

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!