Com informações de G1

Com o propósito de ampliar a segurança das mulheres que trabalham para a empresa e, ao mesmo tempo, tornar este trabalho mais atrativo para outras mulheres, a Uber anunciou recentemente o lançamento do programa “Elas na Direção”, que permite às motoristas selecionar apenas passageiras.

Em todo o país, apenas 6% dos 600 mil motoristas da Uber são mulheres, segundo Claudia Woods, diretora da Uber no Brasil (informação veiculada pelo site de notícias G1). “Elas são 42% da população economicamente ativa. Por que isso não se reflete no número de motoristas?”, disse Claudia ao G1.

No médio prazo, caso se consiga a partir desta iniciativa ampliar a quantidade de mulheres trabalhando como motoristas pelo aplicativo, a expectativa é a de que seja desenvolvida outra ferramente que possibilite a passageiras mulheres a escolha de motoristas exclusivamente mulheres.

A ferramenta (chamada de “U-elas”) estará inicialmente (a partir da primeira semana de novembro) disponível apenas em algumas cidades do país (Campinas, Curitiba e Fortaleza) mas a previsão é a de que a partir do próximo ano ela possa ser utilizada por todo o país.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!