Estudo publicado por JAMA Internal Medicine estudo aponta que a solidão é um fator importante no que diz respeito à qualidade de vida dos idosos.

Quando se sentem sozinhos, é maior o risco de depressão, comprometimento da memória e problemas de saúde como doenças cardiovasculares diversos que podem levar o idoso precocemente à morte.

Foram analisados cerca de 1.600 adultos com idade média de 71 anos e mais de 23 por cento dos entrevistados afirmaram que se diziam solitários faleceram até seis anos depois do estudo. Dentre os que se disseram não solitários, esse número girou eme torno de 14 por cento.

Para os pesquisadores, a solidão pode ter um efeito mais devastador que o hábito de fumar ou a obesidade.

Assim, estar ao lado dos entes queridos, rodeados por netos e bisnetos, dar risadas, fazer refeições familiares é um método excessivamente recomendável aos que almejam a longevidade. Sabendo disso, que tal ir agora mesmo visitar os seus pais ou avós, afinal, ninguém quer perdê-los tão cedo, não é verdade?

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS


Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!


COMENTÁRIOS