O humorista goiano Waldemar Neto, conhecido como Seu Waldemar, gravou um vídeo na data de ontem, terça-feira (8), que ganhou grande publicidade negativa nos últimos dias por ter postado imagens de uma mulher nua em sua rede social. Em vídeo, ele afirma que está arrependido e pede desculpas à mulher filmada, à sua família e sociedade e ainda a todas as mulheres que se sentiram ofendidas.

A publicação ocorreu na noite de domingo (6). Cerca de 8 minutos após a publicação, o vídeo foram apagadas da rede social do artista, que tem quase 1 milhão de seguidores. Ele alegou que queria enviar a filmagem só para ele mesmo.

A Polícia Civil instaurou investigação do Seu Waldemar nesta terça-feira, pelo crime de divulgação não autorizada de cena pornográfica. Titular da Delegacia de Repressão a Crimes Cibernéticos (Dercc), a delegada Sabrina Leles disse que deve ouvir a vítima e o artista o mais rápido possível.

Além de humorista, Seu Waldemar apresentava o programa “No Balaio”, exibido na TV Anhanguera aos sábados, desde maio de 2019. Após a publicação do vídeo, a empresa cancelou o contrato.

Assista ao vídeo:

Veja abaixo a transcrição da fala do Seu Waldemar:

“meio a esse turbilhão vim falar com vocês. Aconteceu o fato, mas também quero lembrar que não tenho nenhum antecedente que manchasse a minha carreira e nenhum histórico de desrespeito a nenhuma mulher.

Enfim, não estou aqui para me eximir da culpa. Na verdade, estou aqui para assumir que errei em ter filmado pensando em mandar só para mim. Mas, de forma não intencional acabei publicando e jamais pensando em prejudicá-la e obviamente a mim.

Já estou colhendo duras consequências do meu ato. Estou muito envergonhado, triste mesmo, arrependido do que aconteceu e só tenho que pedir desculpas. Primeiro a ela, à família e a todas as pessoas e mulheres que se sentiram ofendidas.

Quero agradecer a minha família que está me dando apoio com muita compaixão. Erros foram feitos para serem cometidos e não repetidos. Que sirva de exemplo principalmente para mim.”

RECOMENDAMOS






Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!