Escrito por Macarena Esperanza Marina

Embora muitas mães e profissionais da educação ainda não consigam compreender isso, cada criança tem seu próprio ritmo de aprendizagem e amadurecimento. Portanto, se seu filho aprender devagar, não se assuste, pois é absolutamente normal e não indica necessariamente qualquer tipo de deficiência cognitiva.

Logicamente, alguns desenvolverão algumas habilidades e conhecimentos mais rapidamente do que outros. Portanto, aqui não é necessário forjar uma corrida e forçar a criança a atingir a meta o mais rápido possível, pois não importa o quão devagar a criança aprenda.

O que é realmente importante neste processo é não deixar de apoiar o pequenino para que continue a aprender. Se seu filho for mais lento do que os outros, apenas diminua a velocidade e ande pacientemente ao lado dele em um ritmo mais lento .

Leia também: “Pais são pais. Não são amigos”, afirma Marcos Mion sobre adolescência dos filhos

Se seu filho aprende devagar, dê passos curtos, mas firmes
Se o seu filho aprende devagar, mantenha a calma e seja paciente. Não pareça frustrado, chateado ou zangado em nenhuma circunstância. Pois bem, ele já tem bastante peso sobre os seus ombros devido ao ritmo de aprendizagem que possui, além do fardo ou pressão que certamente carrega para te ver feliz e não se sentir inferior ou discriminado.

Aqui é importante cuidar das palavras que usa para motivá-lo e ajudá-lo. Não se trata de forçar ou acelerar a aquisição desse conhecimento com mais materiais e mais demandas . Em muitos casos, isso simplesmente leva tempo .

Por isso, se a criança aprende devagar, reduza a velocidade e a intensidade do ensino. Comece a dar passos lentos, mas constantes durante esta caminhada. De qualquer forma, o importante é percorrerem esse caminho complexo juntos, de mãos dadas.

Leia também: A melhor herança que uma mãe pode deixar para seus filhos é ter se curado como mulher

Atitudes que devem ser evitadas se a criança aprender devagar

Uma das regras de ouro no caso de se estar nesta situação em que a aprendizagem e o desenvolvimento da criança atrasam um pouco mais do que o normal é não gritar, castigar ou bater no menor que apresente alguma destas dificuldades.

Da mesma forma, é estritamente proibido fazer tais comparações absurdas e prejudiciais. Respeite sempre o tempo daquela criatura , não promova uma competição que não faça sentido, nem faça com que ela se sinta menos que os outros.

No entanto, convém esclarecer que nestes casos o segredo não consiste em negar simplesmente este pequeno obstáculo que se deve superar com o seu filho apelando às mais altas doses de perseverança , paciência, dedicação e muito amor.

Como agir se meu filho aprende devagar?
Em primeiro lugar, você deve aprender a ajudá-lo. Isso não implica de forma alguma fazer as coisas por ela , pois, dessa forma, a mensagem que chega à criança que é sua mãe sabe fazer e ela não o faria de outra forma senão sem a intervenção do adulto.

Aqui também é muito importante cuidar de cada uma das frases que você usa durante esta missão. Isso evitará que a criança se sinta diminuída, incapaz ou mesmo humilhada. O segredo é motivar e estimular, mas sem prejudicar seu filho ou decapitar sua autoestima.

É especialmente importante revisar as metas estabelecidas e os métodos propostos, pois estes devem ser ajustados à idade da criança. Além disso, lembre-se que o ensino deve ser constante e evitar por todos os meios qualquer tipo de distração ou dispersão ao longo deste momento crucial.

Também é pertinente focar no ensino de habilidades básicas fundamentais para a vida adulta, como leitura, escrita e operações matemáticas básicas. Mas sempre respeitando que o conteúdo seja adequado para a idade da criança.

Por último, não se esqueça de reforçar todos os tipos de progresso de aprendizagem. Por mínimo que isso possa ser, você deve fortalecer positivamente o interesse deles pelos estudos. Lembre-se que na educação de crianças com essas pequenas dificuldades, cada pequena conquista representa um avanço de dez caixas.

Bedoya, G., & Correa, H. (2007). Aprendizagem de ritmos. Escola Oficial José Antonio Galán. http://colegios.pereiraeduca.gov.co/instituciones/joseantoniogalan/proyecto_ritmos_07.pdf
Feliu Capilla, A. (2018). Atenção aos diferentes ritmos de aprendizagem. http://repositori.uji.es/xmlui/handle/10234/180134

Texto traduzido e adaptado do site Éres Mama pela equipe da Revista Pazes.

RECOMENDAMOS






Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!