Segundo noticiado pela agência FFE, o Ministério da Saúde da Rússia anunciou o registro do primeiro antiviral eficaz no combate ao coronavírus. O afivavir apresentou grande eficácia durante ensaios clínicos, de acordo com o Frid (Fundo de Investimento Direto da Rússia).

“O afivavir não é apenas o primeiro medicamento antiviral registrado na Rússia para tratar o coronavírus, mas talvez o medicamento mais promissor para curar a covid-19 em todo o mundo”, disse o diretor-geral da Frid, Kiril Dmítriev.

Ainda nas palavras de Dmítriev, esse medicamento foi desenvolvido e testado clinicamente “em tempo recorde”, o que permitiu que ele se tornasse o primeiro à base de favipiravir – antiviral desenvolvido no Japão – registrado em todo o mundo.

O afivavir demonstrou grande eficácia em afetar os mecanismos de reprodução do coronavírus.

No entanto, o próprio fundo reconheceu que este medicamento é “categoricamente contra-indicado” para mulheres grávidas e pessoas em processo de planejamento familiar.

Além disso, o Frid indicou que inicialmente não estará à venda em farmácias e “será usado apenas em hospitais sob observação médica”. Ou seja, o Avifavir pode ser utilizado nos hospitais russos já a partir do dia 11 de junho, mas não será disponibilizado para venda ao público.

Desde 11 de março, a Organização Mundial da Saúde (OMS) qualifica como pandemia a COVID-19, doença causada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detectado pela primeira vez na cidade de Wuhan, na China.

Até o momento, no mundo há mais de cinco milhões de pessoas contagiadas, enquanto mais de dois milhões já se recuperaram. Além disso, a COVID-19 já provocou 366.883 mortes no mundo.

Fonte: Sputnik

Venha conosco para nossas páginas no Facebook e Instragram.

A Revista Pazes apoia as medidas
de isolamento social para conter o avanço do novo coronavírus.
#FiqueEmCasa #SeSairUseMáscara

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!