Conforme publicado pelo site G1 – MG, o refugiado sírio Elyan Sokkar colocou 90 sanduíches, 30 quibes e 30 esfirras no carro e partiu de Belo Horizonte para Brumadinho.

À equipe do G1, Elyan afirmou: ““Nosso país está arrasado pela guerra. Eu só queria fazer alguma coisa por este país que me recebeu. Vi as imagens na televisão. É tudo muito triste. Me lembrei de Hama, minha cidade natal. Queria abraçar o Brasil, como o Brasil me abraçou”.

Ele chegou à capital mineira em 2014 e abriu uma lanchonete em parceria com outro refugiado de seu país.

Após a entrega dos alimentos, o sírio afirmou, emocionado: “Eu queria abraçar o Brasil, como o Brasil me abraçou”, disse o comerciante.

Como é assistir a estas emocionantes atitudes de empatia e afetividade!

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!