O lixo plástico, que é um dos grandes problemas ambientais do planeta, foi transformado por uma empresária queniana em tijolos eficazes. Nzambi Matee garante que eles são cinco ou até sete vezes mais resistentes que o normal.

A empresa Gjenge Makers, produz cerca de 1.500 tijolos por dia em sua fábrica na capital Kenyn, Nzambi já conseguiu reciclar 20 toneladas de plástico até o momento, desde o primeiro dia de operação.

Ela mesmo desenhou sua linha de produção e trabalha em conjunto com empresas que entregam resíduos para a sua empresa de forma gratuita em vez de terem de pagar a outra empresa de reciclagem.

São três os materiais dos seus famosos tijolos: polietileno de alta densidade, polietileno de baixa densidade e polipropileno. São derretidos, misturados com areia e, em seguida, comprimidos em moldes de cascas, um processo de fabricação que pode dar origem a materiais de construção de diferentes formas, tamanhos e cores.

Além de ajudar o meio ambiente, os tijolos são baratos. Os tijolos cinza típicos da empresa custam em torno de R$ 7,70 o metro quadrado.

Nzambi Matee foi eleita a Jovem Campeã da Terra da África, pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente
com sua iniciativa ambiciosa.

Fonte indicada e adaptada: UPSOCL

RECOMENDAMOS






Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!