Santa Catarina, em especial a cidade de Criciúma, amanheceu em choque. Uma quadrilha sitiou o centro da cidade, situada no sul do estado, com a finalidade de assaltar um banco na madrugada de hoje, terça-feira (1).

Cerca de 30 pessoas encapuzadas invadiram a tesouraria regional do Banco do Brasil, para tal, causaram momentos de puro terror naquela localidade. A ação iniciou-se às 23:50 e durou cerca de uma hora e quarenta e cinco minutos.

Diversas pessoas foram feitas reféns e sitiadas por criminosos. O grupo fez bloqueios e barreiras para conter a chegada da polícia.

Houve tiroteio, foram feitos reféns e estes foram usados como escudos humanos, contudo, pelo que se sabe, ninguém morreu. Um PM e um vigilante ficaram feridos.

Criminosos fugiram, e parte do dinheiro ficou espalhada pelas ruas. Valor levado e abandonado não foi calculado até as 7h30.

Criminosos também deixaram 30 quilos de explosivos para trás. Polícia não sabe o total utilizado.
10 carros usados no assalto foram apreendidos em um milharal de uma propriedade privada em Nova Veneza, a noroeste de Criciúma.

Quadrilha usou reféns para bloquear ruas em Criciúma e bloquear a aproximação da polícia — Foto: Reprodução / TV Globo

10 carros utilizados no assalto foram encontrados pela polícia. Os veículos estavam em um milharal em Nova Veneza, cidade vizinha, e eram de “alta potência e grande valor comercial”, segundo o delegado Vitor Bianco.

RECOMENDAMOS






Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!