Matéria de Giovanna Grepi para o Jornal da USP

Como seria estar em situação de rua em uma das maiores crises sanitárias da história? Não ter casa para fazer isolamento social e não ter recursos para manter a higiene são exemplos de dificuldades enfrentadas por essa população desde o início da pandemia de covid-19. De acordo com dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), mais de 220 mil brasileiros viviam nas ruas em março de 2020, e com a crise econômica acentuada pela pandemia, o estudo prevê que o número de pessoas nessas condições deve crescer.

Alunos, professores e profissionais da USP em Ribeirão Preto uniram empatia e solidariedade para reformular as ações de extensão universitária do Projeto Pontes, que desenvolve atividades para promover a dignidade de pessoas em situação de rua, durante a crise de covid-19. O projeto de extensão é coordenado pela professora Regina Célia Fiorati e conta com a participação de 18 alunos da graduação, dois residentes e dois médicos, todos da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP. Também participam as professoras Luana Pinho de Mesquita Lago e Soraya Fernandes Mestriner e quatro alunos, todos da Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto (FORP) da USP.

“Antes da doença, nosso grupo se organizava com iniciativas de caráter assistencial à saúde, mas suspendemos as atividades para garantir a segurança dos membros do projeto e das pessoas em situação de rua da cidade”, conta Giovanna Marina Fernandes Marini, que é aluna da FMRP além de coordenadora do grupo de trabalho do projeto.

Os participantes passaram a desenvolver ações voltadas para a educação e promoção de saúde, atingindo cerca de 1.600 pessoas em situação de rua ou em comunidades vulneráveis. Além da distribuição de mais de 1,2 mil kits de higiene com álcool em gel, sabonete líquido, pano multiuso e absorvente, eles também doaram 2.523 sacos com sabão em barra, 5.201 máscaras de tecido ou TNT, 86 kits de garrafas com água e sabão, 90 preservativos, 36 lubrificantes, 300 cobertores e 500 escovas de dente e cremes dentais.

“Durante a pandemia, nós tivemos cinco cenários de atuação em Ribeirão Preto, que são: Praça da Catedral, Praça Schimidt, Comunidade Vida Nova, Comunidade Mangueira, Comunidade da Paz e Abrigo Emergencial na Cava do Bosque. Também atuamos como parceiros do Projeto de Extensão Veredas, que leva atendimento médico e informação sobre saúde para populações vulneráveis, em ações mais pontuais na Comunidade Locomotiva”, afirma.

Parte da equipe e produtos arrecadados para o projeto – Foto: Projeto Pontes

Para conhecer melhor o projeto e saber como ajudar, leia aqui o conteúdo na íntegra.

A Revista Pazes apoia as medidas sociais de isolamento.
Se puder, fique em casa. Evite aglomerações. Use máscara.
Quando chegar a sua vez, vacine-se.
A vida agradece!

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!