Nascida e criada na Bahia, a professora Maria Helena Nóbrega, 76 anos, é apaixonada pelo mar desde criança. Desde que se mudou para Campo Grande (MS), ela nunca se acostumou com a ausência de praias na cidade – tanto que decidiu criar sua própria “prainha” em seu sítio, onde mora com o marido, a 17 km da capital.

A saudade de molhar os pés no mar só cresceu devido à pandemia. Antes, Maria Helena visitava a praia pelo menos duas vezes por ano, mas se viu obrigada a interromper suas viagens depois que a Covid-19 alastrou-se pelo país.

Leia também: 20 ilustrações honestas que mostram como é a jornada da gravidez e da maternidade

Foi aí que a professora teve a ideia de construir sua própria praia em casa, um projeto ambicioso iniciado em janeiro deste ano. “Sou doida pelo mar, tudo que é de mar eu gosto. Inventei essa loucura, porque sou baiana”, brincou ela, toda animada.

A “prainha” é toda decorada com pedras, cascatas, cachoeira, piscina, além de ser rodeado por diversas plantas. Mais: a pedido de Maria, a equipe envolvida na construção do lugar criou um efeito para deixar a areia parecida com a da praia!

Ao todo, o espaço possui 10 metros de largura. Para a baiana, pode ser pouco, mas é muito acolhedor e confortável. “Já dá para matar a saudade do Nordeste, já é alguma coisa, porque na idade que estou, não dá para fazer a farra que eu fazia”, afirmou.

Foram investidos cerca de R$ 200 mil no sítio e a professora revela que vendeu até o carro para poder dar continuidade no projeto, mas que não se arrepende. Estima-se que a prainha fique pronta até outubro.

“Falta paisagismo, iluminação na piscina, tochas e vou pedir pra colocar água quente nela também. Eu contratei uma floricultura para trazer algumas plantas exóticas, flores, como bromélias e costela de Adão”, comentou.

Assim que puder, Maria Helena garante: irá viajar para visitar os parentes e aproveitar a praia. Por hora, ela segue curtindo a praia caseira e aliviando a saudade. “Onde não tem o mar, se cria”, completou.

Leia também: Policiais ambientais de SP encontram tartaruga rara que possui mordida mais potente que a de um leão

Fonte: Campo Grande News

Compartilhe o post com seus amigos! 😉

RECOMENDAMOS