Recep Tayyip Erdogan, chefe de estado da Turquia, iniciou uma grande campanha de solidariedade em seu país: “Campanha Nacional de Solidariedade” para amparar os inúmeros compatriotas seus em situação de risco social. Como cabe a um Chefe de Estado, resolveu dar o exemplo e doar, por 7 meses, todo o seu salário à causa.

Acrescentando que vários ministros já aderiram também. “Estou lançando a campanha pessoalmente doando meu salário de sete meses”, disse ele em discurso em seu país.

“Nosso objetivo é ajudar as pessoas com dificuldades financeiras, principalmente trabalhadores assalariados, devido às medidas preventivas tomadas contra o surto”, afirmou o presidente.

Membros do gabinete e legisladores turcos doaram um total de 5,2 milhões de liras turcas ( mais de 717.000 euros ) para a campanha.

Erdogan observou que a Turquia tem melhores instalações médicas do que outros países que combatem o vírus e disse: “A Turquia está abrindo rapidamente novos hospitais enquanto fortalece os já existentes”.

Além disso, o presidente disse que especialistas turcos estão trabalhando para produzir aparelhos respiratórios e uma vacina contra o vírus. Ele também pediu aos cidadãos turcos que permanecessem confinados em suas casas e, assim, impedissem a propagação do vírus .

Adaptado site Nation

COMPARTILHAR

COMENTÁRIOS




Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!