Bem sabemos que para muitos o direito à vida vem em primeiro plano até mesmo para os animais. Para outros, contudo, a caça pode ser vista como um esporte. Certamente assim considerava o presidente da Federação Mexicana de Caça, Mario Alberto Canales Najjar. Ocorreu a ele algo inusitado enquanto praticava o seu esporte predileto. Ele morreu na sexta-feira (8) após ser atacado com um búfalo na Argentina.

As informações são do espanhol “El País”. O vídeo do ataque começou a circular nas redes sociais nesta quarta-feira (12). O caçador estava com outros 3 amigos a cerca de 200 km de Buenos Aires, em Punta Caballo, no municipio de Costa Uruguay Sur

Veja abaixo:

Nota-se que primeiramente o caçador acerta o animal com um tiro de fuzil e, não conseguindo matá-lo, o animal enfurecido correu em sua direção, atacando-o com uma chifrada. Ele caçava com mais três amigos em uma região a cerca de 200 km de Buenos Aires, segundo a imprensa argentina. Ele foi levado para o hospital, mas já chegou à unidade de saúde sem vida, tendo sofrido fraturas nas costelas e no externo e lesões na região da cavidade abdominal.


O perfil oficial da federação no Instagram publicou uma nota de pesar pelo falecimento de seu presidente Najjar, citando-o como um “grande homem e amigo” e “lutador incansável pelos direitos dos caçadores”, desejando pêsames à família dele.

Na localidade em que ocorreu o falecimento do caçador, a caça é liberada.

Fonte: g1

RECOMENDAMOS






Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!