Nesta quarentena, é muito comum vermos histórias de animais selvagens à solta e não raro até mesmo nas grandes cidades. Talvez por isso o Reino Unido protagonizou uma história muito curiosa.

Os fatos se deram em um sítio, na região de Kent, onde Juliet Simpson, uma artista plástica apaixonada por felinos, vive os dias de quarentena, aos 85 anos.

Ela tomou um susto daqueles quando viu policiais armados adentrarem sua fazenda para capturar um intruso perigoso. A polícia recebeu alerta de que, na vizinhança, um tigre estava a perambular. Preocupada, pois na localidade morava apenas uma idosas senhora (a artista), a polícia disponibilizou 10 policiais e um helicóptero para a captura.

Com a sabedoria de alguém que já viu de tudo nessa vida, ela perguntou aos oficiais. “Vocês querem que eu os apresente ao tigre?”, perguntou aos 10 homens da lei. Devagar, todos partiram em direção à presa. Para surpresa geral, o que eles encontraram foi uma escultura em tamanho natural de um tigre de bengala, que de quase tão perfeita mobilizaram uma patrulha inteira para um resgate que jamais aconteceu.

Juliet Simpson e sua escultura.
Policiais fazem cerco à escultura.

O mal-entendido, claro, foi desfeito, com pedidos de desculpas e elogios ao trabalho de Juliet. “Esses chamados malucos fazem parte do nosso trabalho”, pediu desculpas um dos policiais, no aguardo de mais uma ocorrência desesperada por aí.

Venha conosco para nossas páginas no Facebook e Instragram.
 

A Revista Pazes apoia as medidas
de isolamento social para conter o avanço do novo coronavírus.
#FiqueEmCasa #SeSairUseMáscara

COMPARTILHAR

COMENTÁRIOS




Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!