Se você é dono de um cão, aposto que você já sabia ou desconfiava disso: ele sente ciúmes. Segundo os cientistas, o ciúme está ligado ao instinto de sobrevivência. O estudo foi publicado no periódico “PLOS One”.

Os pesquisadores estudaram 36 cães e seus donos. O teste consistia em um momento recreativo no qual os humanos precisavam brincar com três objetos diferentes na frente de seu animal de estimação.

Um dos objetos era um cão de brinquedo que latia e balançava a cauda sempre que se pressionava botão. Os donos, então, tinham que brincar com ele como se fosse um cachorro de verdade durante um minuto.

Conforme discorre o site G1, os pesquisadores pediram que os donos repetissem o procedimento na fase seguinte do experimento com uma lanterna em forma de abóbora do Dia das Bruxas, e fingissem brincar com ela como se fosse um cão.

“Por fim, pediram que lessem em voz alta um livro “pop-up” infantil que tocava música, como se estivessem contando a história para uma criança pequena.

Segundo os estudiosos, alguns comportamentos caninos foram muito mais frequentes quando os humanos brincaram com o cachorro de mentira do que com os outros objetos. Os cães com mais frequência morderam, puxaram seus donos e empurraram o objeto, tentando se colocar entre o dono e o cachorro de mentira, do que com os outros brinquedos.

Os cães também se mostraram duas vezes mais propensos a puxar seus donos (78% dos animais fizeram isso) quando ele ou ela estava brincando com o cão de brinquedo do que quando a interação se deu com a abóbora (42%). Apenas 22% fizeram isso com o livro.

Cerca de 30% dos cães tentaram se colocar entre o dono e o cachorro de brinquedo e 25% abocanharam o cachorro de pelúcia.”

Então, hora de tomar cuidado com os ciuminhos do seu cão, niguém quer magoar o coraçãozinho de um animal, não é mesmo?

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!