Na última terça-feira, o Papa Francisco convidou os jovens a conhecerem melhor a história das duas Grandes Guerras Mundiais, alertando-os para os riscos do populismo, fazendo-os refletir sobre a tragétoria de Adolf Hitler.

A exortação foi feita em um encontro com jovens e idosos realizado em Roma para a apresentação do seu novo livro “Francisco, a Sabedoria do tempo”.

Para o Pontífice, “é importante que os jovens saibam como nasce um populismo. Penso em Hitler no século passado, que havia prometido o desenvolvimento da Alemanha. Sabemos como começam os populismos: semeando o ódio. Não se pode viver semeando ódio”

Alertando para a possibilidade de um novo conflito de proporções globais, o papa citou o físico alemão Albert Einstein. “Vem-me em mente a profecia de Einstein: a quarta guerra mundial será feita com pedras e bastões, porque a terceira destruirá tudo.

Em setembro deste ano, Francisco já alertavva para um revisionismo histórico e um possível avanço de ideologias totalitárias e mostra-se, a cada dia, mais e mais preocupado com essa temática.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!