A virologista e veterinária italiana Ilaria Capua é atual diretora do One Health Center of Excellence, da Universidade da Flórida, nos Estados Unidos. Capua ficou famosa, em 2006. Ela concedeu uma importante entrevista à BBC, na qual ela explicita a falta de informação em todas as vacinas para covid-19.

Segundo a especialista, em nenhum dos casos de vacina em testes é ainda possível saber a duração da imunidade no corpo humano, isso porque, como a doença é muito recente, não se pode analisar os efeitos de proteção ao longo do tempo.

A despeito disso, as palavras da virologista são alentadoras. Ela afirma que “pandemia não é meteoro“. Para ela:

“As pandemias acontecem, não são como o meteoro que acabou com os dinossauros. Durante o século passado, de 1900 a 1999, ocorreram quatro pandemias. No início deste século, apareceram cinco ou seis vírus potencialmente pandêmicos. Uns circularam, mas pararam — como a SARS, a zika, a gripe aviária —, e outros não pararam, como a covid-19 e a gripe suína. O grande problema desta pandemia é que ninguém tinha um grama de imunidade, enquanto em outras pandemias havia um pouco de imunidade cruzada de outros vírus que passaram antes.”

E encerra:
“A pandemia é cheia de energia destrutiva, mas também de energia regenerativa. Precisamos ser capazes de colher e transmitir essa energia positiva. Como existiam tantas coisas no mundo anterior que não gostávamos, podemos pensar em deixá-las para trás e tentar fazer as coisas em modo diverso. No meu campo de atividade, refiro-me a encontrar um equilíbrio entre saúde humana, saúde dos animais e saúde das plantas. Enfim, saúde do complexo ambiental.

Para ler a matéria completa, clique aqui.

Você já conhece a nossa página no Facebook e no Instagram? Venha conosco!

Novidade: faça parte do nosso grupo no Telegram:

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!