Aos poucos a humanidade vai desenvolvendo a tecnologia necessária para, ao mesmo tempo, satisfazer as necessidades humanas e poupar o meio ambiente: a CocoPallet, start-up holandesa criada por Michiel Vos, desenvolveu os paletes de coco, 100% biológicos e retirados da casca de coco, que substituem os de madeira, o que pode poupar cerca de 200 milhões de árvores por ano, já que substituem 1700 milhões de paletes de madeira empregados por exportadores asiáticos.

Michiel Vos, fundador do projeto, improvisou com a tecnologia desenvolvida por pesquisadores da Universidade de Wageningen, na Holanda. Ele desenvolveu a ideia e completou o negócio. O sistema não requer tratamentos prejudiciais e caros. Além das árvores poupadas, o projeto reduz os custos e os danos ambientais provocados também pelo transporte de milhões de árvores.

Além de tudo isso, os paletes (cuja produção não envolve de maneira alguma a utilização de fibras sintéticas, são produzidos por pequenos agricultores a partir da tecnologia desenvolvida pela Universidade de Wageningen, o que gera renda e dinamiza a economia onde o projeto é implementado.

Outro problema é o fato de que os coqueiros, em certas regiões, geram uma quantidade enorme de resíduos nas ruas de várias cidades asiáticas, inviabilizando inclusive a drenagem da água das chuvas em alguns casos e poluindo o ar quando são queimados. A utilização desses resíduos na produção dos paletes também resolve esse problema adicional.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!