Dirigir um automóvel requer responsabilidade e uma boa dose de bom senso – jamais acompanhada de álcool.

Infelizmente, boa parte dos acidentes automobilísticos são causados ​​por pessoas que dirigem embriagadas. Tal irresponsabilidade ceifa a vida de dezenas de milhares de vida todos os anos.

Para enfrentar essa realidade, o governo de Taiwan, na Ásia, decidiu punir motoristas flagrados dirigindo sob efeito de álcool de um jeito rígido – e um tanto inusitado.

Em caso de condenação, esses indivíduos precisarão cumprir ao menos um mês de serviços comunitários, limpando os cemitérios e funerários públicos.

Leia também: Com sensibilidade e paciência, menino de 5 anos acalma irmã de 3 durante birra: ‘Pura empatia’, diz mãe

Esta medida foi implementada na cidade de Kaohsiung com o objetivo de trazer visibilidade para as graves consequências que a condução de um veículo sob o efeito do álcool pode trazer.

É também uma forma de “aproximá-los” da morte, para que aprendam como um erro banal pode acabar com a vida de uma pessoa inocente.

Chen Qimai é o prefeito responsável por sancionar a nova lei. Entre as tarefas dos condenados estão o trabalho social em funerárias, limpando as geladeiras dos corpos, necrotérios e crematórios.

A medida foi implementada este ano e até agora 11 pessoas foram condenadas por dirigir embriagadas.

Na esperança de que os responsáveis ​​reconsiderem suas ações, alguns já expressaram como essa punição os tocou profundamente.

“Eu nunca estive perto da morte e achei perturbador. Eu realmente tenho que ter cuidado ao dirigir no futuro, e não devo beber e dirigir ao mesmo tempo”, disse um dos sancionados à UDN News.

Leia também: Internado por covid nos Estados Unidos, Olavo de Carvalho morre aos 74 anos

Fonte: Upsocl

Compartilhe o post com seus amigos! 😉

RECOMENDAMOS