Leniel Borel, pai de Henry Borel, concedeu uma entrevista exclusiva à TV Globo. Seu filho faleceu no dia 8 de março e ele discorreu sobre as suas impressões acerca das pessoas e dos fatos.

Ele chegou a dizer, ainda, o último pedido feito pelo filho, antes de chegar na casa da mãe Monique Medeiros, hoje presa como suspeita da prática criminosa.

De acordo com o engenheiro Leniel Borel, na última vez que esteve com o filho, no dia 7 de março, assim que chegou no condomínio onde o menino morava com a mãe e o padrasto, o vereador Dr. Jairinho, Henry teria dito:

“Deixa eu ficar mais um dia com você.”

O pai ainda falou acerca últimos momentos com o filho antes de entregá-lo para os cuidados da mãe.

“Quando eu fui entregar para ela, a Monique veio, eu falei ‘vai com a mamãe’, e ele: ‘não papai, não quero ir. Me dá mais um dia. Deixa eu ficar mais um dia com você’. Eu falei vai com a mamãe, porque eu tinha que trabalhar no dia seguinte. E ela falou: ‘filho, amanhã tem escolinha, amanhã tem futebol, natação’. E ele disse ‘não, mamãe, eu não gosto'”, relatou Leniel, sobre os detalhes do seu último encontro com o filho.

Leia também: Caso Henry: vereador Jairinho e a mãe da criança são presos. Além do homicídio, suspeita de tortura

Para conhecer melhor o que a polícia já conseguiu desvendar desse crime até aqui, vale ouvir o podcast de Renata Lo Prete, publicado na madrugada de hoje (09 de abril):

Clique Aqui

Fonte: G1

A Revista Pazes apoia as medidas sociais de isolamento.
Se puder, fique em casa. Evite aglomerações. Use máscara.
Quando chegar a sua vez, vacine-se.
A vida agradece!

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!