Com informações de GreemMe

Situados na província de Guizhou, na mais alta da cordilheira Wuling, com seus 2.572 metros de altura, o Templo de Buda e o Templo Maitreya, conectados por uma ponte de pedra, são como poesia esculpida e, não apenas em razão da altura, levam todos os que o visitam a perderem o fôlego!

O local, considerado Patrimônio Mundial da Unesco em 2018, é tido pelos budistas como de suma sacralidade. Por milênios peregrinos budistas visitaram a cordilheira e os primeiros templos construídos por ali remontam à dinastia Tang, do século VII ao décimo.

Além da sacralidade e da beleza, a região abriga espécies de plantas e animais antiquíssimas, algumas delas datando da Era Terciária, que por milagre resistiram aos milênios, vindo a ser (a região) em razão disso classificada pela UNESCO como reserva da biosfera, o único ecossistema florestal primário que permaneceu quase intacto nessa latitude.

O Novo Topo Dourado, ondem ficam os templos, só pode ser alcançado através de uma enorme escadaria de nove mil degraus, mas apesar da dificuldade para chegar lá inúmeros peregrinos e turistas desejosos de conhecerem o local seguem realizando ainda hoje a jornada pelos degraus até o topo, acima das nuvens.

https://www.instagram.com/explore/locations/1029630670/mount-fanjing/?utm_source=ig_embed

 

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!