Por Nara Rúbia Ribeiro

O UNICEF-MOZ publicou uma bela imagem que contrasta com a destruição e o caos trazidos pelo furacão Idai a Moçambique. Trata-se da imagem de Teresa, um bebê que veio ao mundo em meio às tormentas do ciclone, alentando-nos para o fato de que a vida é resiliente e que não se dobra ou se ressente quando a morte ceifa vidas e verga tantas outras ao abandono e à desolação.

Teresa José nasceu no dia 15 de março, na escola primária de Matarara, no distrito de Sussundenga, província de Manica-Moçambique.

Sua mãe, Amélia José, e seu pai, José Mateus, juntamente com José, seu irmão mais velho, de 5 anos, fugiram de sua casa para escapar da inundação, deixando o pouco que tinham para trás.

A pequenina Teresa veio à luz em um país destruído e consternado pela destruição e pela morte. Sobrevivente a uma tragédia natural que pode ter deixado um rastro de mais de mil mortes apenas em seu país, hoje a sua família divide o espaço de uma escola primária com cerca de outras 400 famílias.

Apesar da dor e sofrimento, a bebé Teresinha representa a esperança de um futuro promissor. © UNICEF Moçambique/2019/Javier Rodriguez

Conforme relato do UNICEF-MOZ: “A bebé Teresa e sua família vivem neste abrigo improvisado desde o seu nascimento. Eles tiveram sorte! No abrigo as histórias de desaparecidos e falecidos são comuns, mas pelo menos para essa família além de toda a adversidade, a bebé Teresinha representa a esperança de um futuro promissor.”

Segundo Marcoluigi Corsi, representante do UNICEF em Moçambique, “a situação é séria e o UNICEF e os seus parceiros estão prontos para apoiar o Governo a levar assistência urgente à população afectada, incluindo água potável, meios para o saneamento e higiene, bem como cuidados médicos”.

Que essa promessa de um futuro se consubstancie no nosso auxílio.

Ajudemos a UNICEF-MOZ a salvar vidas como a de Teresa e sua família.

PARA FAZER SUA DOAÇÃO ONLINE: CLIQUE AQUI
Para mais informações, favor contactar:
Claudio Fauvrelle
Tel +258 21 481 100
email: [email protected]

Na capa: Bebé Teresa José nasceu, no dia 15 de Março, na escola primária de Matarara. © UNICEF Moçambique/2019/Javier Rodriguez

 

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!