Publicado originalmente em Psicología y Mente e traduzido por Psicologias do Brasil

Em muitas ocasiões, supõe-se que há apenas uma maneira de danificar-se psicologicamente: sentindo-se profundamente triste e sofrendo intensamente. No entanto, este não é o caso. Há também outro tipo de desgaste psicológico baseado não no excesso, mas na ausência. Especificamente, a ausência de energia e motivação.

Este sentimento de estagnação emocional e falta de motivação é geralmente refletido em um pensamento muito simples: “Eu não sinto nada”. Neste artigo vamos ver quais são as características desse estado mental e o que pode ser feito para modificá-lo.

Eu não sinto vontade de fazer nada: os sinais de alerta
A falta de vontade de fazer qualquer coisa é algo totalmente diferente da preguiça ou da fadiga. É uma disposição psicológica pela qual a pessoa sente que não faz sentido estabelecer metas ou objetivos a curto ou longo prazo.

Entre os sinais mais comuns de que algo não está certo naqueles que não sentem vontade de fazer nada, encontramos o seguinte:

Manutenção de uma vida muito sedentária.

Isolamento e falta de interação social.

Abandono de projetos importantes.

Sentir que vive sem objetivos relevantes.

Dormir demais como fuga da vida.

A abulia
Nos casos mais extremos desse fenômeno, isso é chamado de abulia e é um dos sintomas típicos da depressão. A abulia é a total falta de vontade de viver ou de fazer qualquer atividade. Por outro lado, apatia muitas vezes aparece ao lado da anedonia, a incapacidade de sentir prazer, com o qual se alimenta de volta incentivando uma vida extremamente sedentária. Nesses casos, é muito importante buscar os profissionais de saúde mental o mais rápido possível, uma vez que o problema é sério o suficiente para desgastar seriamente a qualidade de vida e até aumentar as chances de pensamentos suicidas.

Causas possíveis
Existem diferentes causas possíveis que podem causar falta de vontade de realizar qualquer atividade. É, como acontece com praticamente qualquer fenômeno psicológico, multicausal, e parte do que origina é biológico, enquanto a outra parte tem a ver com nossas experiências em relação ao exterior e com os outros.

O que fazer para recuperar a motivação? Qualquer pessoa que se sinta identificada com a ideia de “não tenho vontade de fazer nada” pode seguir essas dicas para melhorar e sair dessa fase.

1. Adotar compromissos
Desde o primeiro momento em que uma pessoa decide começar a trabalhar para sair daquele estado para o qual não sente vontade de fazer nada, isso já é um grande progresso, dada a natureza do problema a ser resolvido. No entanto, isso não fará muito se não for traduzido em ações.

Portanto, deve ficar claro desde o primeiro momento que o que vem é fazer o oposto do que o corpo nos pede, dado que em primeiro lugar o problema é que o corpo exige que fiquemos quietos e não façamos nada. A lógica a partir deste momento é forçar-se a se envolver em tarefas.

2. Pratique exercício físico
O exercício físico é provavelmente uma das coisas que você não quer fazer quando experimenta apatia ou um fenômeno psicológico semelhante. No entanto, uma grande parte da solução é literalmente ativada: entregar-se a tarefas que são moderadamente exigentes fisicamente. Esta é uma solução simples para o bem e para o mal: é fácil entender o que precisa ser feito, mas ter a força para agir de acordo e investir tempo na luta por isso não é agradável. Fazer isso ajuda a atingir um estado mínimo de ativação que nos ajudará a sentir a esperança de ter um número maior de projetos e experiências, de modo que essa é uma das dicas mais importantes para começar.

3. Relacionar-se com os outros
As relações sociais geram contextos nos quais é mais fácil entrar em contato com situações novas e estimulantes. Quebrar a rotina expandindo o círculo de amigos é algo importante. A situação já proporciona esse tipo de experiências em que outras pessoas nos trazem novas filosofias da vida, novas perspectivas e fontes de motivações, e que em geral, dão motivos para fazer mais do que dormir ou ficar na cama.

4. Lidere uma vida saudável
Durma justamente; Não muito pouco, nem muito. Além disso, não fique por horas na cama se não for para dormir, é preciso ter uma relação saudável com a cama para que você não fique sem energia facilmente.

5. Divida seus projetos em objetivos mais curtos
A falta de motivação é um problema, especialmente no começo; Uma vez que algo começou a ser feito, causa mais prazer continuar fazendo isso, e mais do que compensa o esforço que requer. Portanto, devemos tentar facilitar a execução das atividades, e dividi-las em pequenas tarefas ordenadas sequencialmente é a maneira mais eficaz de conseguir isso.

6. Vá para terapia
Ter a ajuda psicológica de um terapeuta é sempre uma maneira de apostar fortemente na recuperação da motivação. Voltar a sentir vontade de fazer algo diferente de dormir acontece muitas vezes para passar pela consulta de um psicólogo.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS




Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!