Pouco a pouco, as flores estão reaparecem ao longo das estradas em todo o território da Inglaterra. Isso se deve principalmente ao fato de que, nos últimos anos, a diminuição da prática de cortar os espaços verdes que os municípios costumam manter é uma das principais causas de tanta biodiversidade

Essa iniciativa permitiu o desenvolvimento da flora e da fauna no local, garantindo assim a reforma da biodiversidade. O Reino Unido perdeu havia perdido cerca de 97% de suas áreas silvestres, especialmente por conta das construção estradas, lugar de até então maior concentração das flores.

Além disso, deixar que elas cresçam é uma boa maneira de economizar dinheiro, reduzindo os custos de manutenção. Em média, os municípios que adotam essa iniciativa de preservar flores silvestres chegam a economizar US$ 27.500 por mês.

A Plantlife é a associação por trás deste projeto. Desde 2013, ela está incentivando os municípios a tomar medidas para dar nova vida à natureza. Muitos prefeitos decidiram participar e agora existem vários quilômetros de estradas cheias de flores que fazem motoristas, turistas e a natureza igualmente felizes.

Um dos objetivos da Plantlife é mudar as paisagens urbanas e rurais da Inglaterra, dando às flores o lugar que elas merecem. De fato, os espaços verdes no norte do país estão ganhando vida como nunca antes.

Que mais iniciativas como essa aconteçam pela Europa e pelo mundo.

Do site A Soma de Todos os Afetos, com informações Nation

Venha conosco para nossas páginas no Facebook e Instragram.

A Revista Pazes apoia as medidas
de isolamento social para conter o avanço do novo coronavírus.
#FiqueEmCasa #SeSairUseMáscara

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!