A cena chamou a atenção e não foi sem motivo. Imagina você olhar para a rua e ver uma senhora a ser seguida por dezenas de animais de espécies diferentes?

A cena foi, para além de poética, mágica. Parecia realmente tratar-se de um “encantador de animais”, parecia bruxaria…

Realmente parecia ser o encantador de animais de uma história infantil. Como o Flautista de Hamelin, mas com a distinção de que essa mulher não tinha um instrumento, nem apenas ratos a seguiam.

Quem filmou a cena foi Dilara Ilter, que ficou pasma após o show que estava assistindo na sua frente. Reação que não deveria nos surpreender, pois quem não ficaria profundamente surpreso ao ver como uma pessoa é seguida por 10, 20 ou mais animais de diferentes espécies.

No momento em que a vi andando assim, achei que ela era uma maga ou coisa parecida (…) Minha mãe me disse que a cada dois dias [a mulher] reúne os bichos perdidos e os alimenta (…) A cena era tão poética (…) Fiquei surpreso com a beleza que fez para esses animais »

Dilara invesgigou e pôde saber que aquela cena maravilhosa não era produto de um ato de bruxaria, mas de amor. Essa pessoa alimenta todos os dias os animais, que em agradecimento e talvez pedindo mais comida, a seguem por toda parte. Na verdade, um ano se passou e Dilara voltou para visitar sua mãe, encontrando-se novamente com essa mulher e seus peludos seguidores de penas.

Segundo Dilara:«A minha mãe encontrou-a e falava com ela, mas eu tinha vergonha de falar (…) As ruas estão cheias de comida para os animais. Na verdade, é bastante comum na Turquia. Todo mundo adora animais vadios aqui »

Texto livremente adaptado do GreenMe

Você já conhece a nossa página no Facebook e no Instagram? Venha conosco!

Novidade!! Faça parte do nosso grupo no Telegram:

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Revista Pazes
Uma revista a todos aqueles que acreditam que a verdadeira paz é plural. Àqueles que desejam Pazes!