A eterna Dona Cacilda, Claudia Jimenez, estava internada no Hospital Samaritano, em Botafogo, na Zona Sul. A atriz já interpretou vários personagens famosos com maestria como Edileuza, de “Sai de Baixo”.

O velório será neste sábado, das 12h às 16h30, no Salão Celestial do Memorial do Carmo, no Caju.

Foi no ano de 1986 que durante uma consulta para curar uma tosse persistente descobriu que tinha câncer, um tumor maligno no mediastino, atrás do coração. O diagnóstico não se cumpriu, e a atriz curou-se da doença.

As sessões de radioterapia lhe resultaram em três cirurgias nos anos seguintes, por ter afetado os tecidos do coração. A primeira foi em 1999, para botar cinco pontes de safena; a segunda, em 2012, para a substituição da válvula aórtica por uma outra, sintética; e a terceira, em 2014, para botar um marca-passo.

“Quando eu falo para o meu médico: ‘Ô, radioterapia desgraçada!’. Aí ele fala: ‘Mas se não fosse ela, você já estava há muito tempo lá em cima, né?’. E é verdade, quer dizer, a gente tem sempre que agradecer em vez de reclamar”, disse Claudia.

Com uma vida marcada por espalhar alegria e proporcionar risadas, nos despedimos com dor no coração. Fica conosco para sempre suas grandes personagens. Beijinho, beijinho, pau, pau!

Fonte indicada e adaptada: G1

RECOMENDAMOS






É amante de sagas, sonha ser cineastra e é do tipo que chora rios inteiros lendo livros. Já coleciona 14 primaveras, escreve poemas, ama Raul e Legião.